Costa no México para a posse de Lopez Obrador

Primeiro-ministro visita também a eira do Livro de Guadalajara, que tem Portugal como tema.

Foto
POOL New

O primeiro-ministro desloca-se ao México nos dias 1 e 2 de Dezembro para participar na posse do novo chefe de Estado mexicano, Lopez Obrador, e encerrar a Feira do Livro de Guadalajara, que tem Portugal como tema.

Segundo o executivo português, num sinal diplomático sobre o carácter prioritário atribuído às relações luso-mexicanas, António Costa assiste no dia 1 de Dezembro, na Cidade do México, à cerimónia de posse de Andrés Lopez Obrador, que sucede no cargo a Peña Nieto.

Lopes Obrador, que pertence à esquerda política mexicana, venceu em Julho passado, com 53,5%, as eleições presidenciais, derrotando o candidato conservador, Ricardo Anaya.

O futuro chefe de Estado mexicano já foi candidato às eleições presidenciais em 2006 e 2012, tendo sido eleito à terceira tentativa, com 64 anos.

Após a cerimónia de posse, o primeiro-ministro parte para Guadalajara, onde, no dia seguinte, encerra a Feira Internacional do Livro, que este ano tem Portugal como país convidado de honra.

Fonte do Governo adiantou à agência Lusa que a sessão de encerramento terá também o simbolismo de António Costa assistir à passagem de testemunho de Portugal para a Índia como país convidado de honra da edição de 2019 da Feira do Livro Internacional de Guadalajara.

A 32.ª edição da Feira do Livro de Guadalajara, a maior feira do livro da América Latina, decorrerá de 24 de Novembro a 2 de Dezembro.

Mais de 40 escritores de língua portuguesa participam este ano na Feira Internacional do Livro de Guadalajara, num programa que inclui visitas a escolas, lançamento de livros, sessões de leitura e encontros com leitores.

No decorrer do certame, alguns dos autores vão fazer o lançamento de livros, como é o caso de Adélia Carvalho, Inês Fonseca Santos, Ricardo Araújo Pereira, Manuel Alegre, Gonçalo M. Tavares, José Eduardo Agualusa e João Tordo.

Entre os escritores de língua portuguesa presentes nesta feira literária contam-se alguns nomes já galardoados com o Prémio Camões, como António Lobo Antunes, Mia Couto, Hélia Correia, Germano Almeida ou Manuel Alegre, mas também nomes mais jovens da literatura portuguesa como Dulce Maria Cardoso, João Tordo, José Luís Peixoto, Gonçalo M. Tavares e Afonso Cruz.

Além do programa literário, está prevista uma mostra cinematográfica com 12 longas-metragens baseadas em livros de autores portugueses, em três sessões diárias, entre os quais "Uma Abelha na Chuva", de Fernando Lopes, "O Barão", de Edgar Pêra, "O Filme do Desassossego", de João Botelho, "Vale Abrãao", de Manoel de Oliveira, e "Até Amanhã Camaradas", de Joaquim Leitão. O programa de cinema conta ainda com sete curtas-metragens de Anabela Moreira, Carlos Conceição, Salomé Lamas, Regina Pessoa, João Salaviza, Leonor Teles e Marta Mateus.

No programa de teatro serão apresentadas as peças "By Heart", de Tiago Rodrigues, que emerge da partilha de um poema com o público, e "Consentim(iento)", uma produção Cassefaz, que põe em diálogo escritos de Padre António Vieira e de Frei Bartolomé de Las Casas. A dança portuguesa será representada pelo espectáculo "Lídia", de Paulo Ribeiro, da Companhia Nacional de Bailado, uma proposta baseada nas várias personagens literárias com o mesmo nome.

Na área das artes plásticas estarão presentes em Guadalajara três exposições: "O Que Dizem as Paredes? Almada Negreiros e a Pintura Mural", com curadoria de Mariana Pinto dos Santos, "Ana Hatherly e o Barroco: num jardim feito de tinta", com curadoria de Paulo Pires do Vale, e "Variações sobre uma Tradição: dos lenços de amor aos bordados com poesia", curadoria de António da Ponte.

Sugerir correcção