Western, com ou sem spaghetti

Um mês inteiro de westerns dos anos 60 e 70 no Fox Movies, maná para cinéfilos.

Hoje é dia de <i>À Sombra da Forca</i>, de Ted Post, com Clint Eastwood
Foto
Hoje é dia de À Sombra da Forca, de Ted Post, com Clint Eastwood DR

Durante muito tempo, achou-se que a televisão (e, depois, o VHS, e o DVD, e o Blu-Ray, e o streaming…) iriam abrir um manancial de oportunidades para os estúdios explorarem a fundo os seus arquivos de filmes. E, de facto, houve um período em que isso aconteceu, mas já ficou para trás: o espaço que os canais de cabo dão hoje ao cinema anterior, grosso modo, a 1980 tem vindo a reduzir-se cada vez mais. É por isso que devemos agradecer ao Fox Movies, que preenche as suas noites de Novembro com westerns de várias vertentes: tradicionais, revisionistas, spaghetti, raros, numa escolha que, pelo meio da sua aparente aleatoriedade, esconde um verdadeiro maná para os cinéfilos, sobretudo aqueles interessados quer na nova Hollywood, quer nas variações europeias realizadas nas décadas de 60 e 70 (que preencherão a segunda metade do mês). 

Na primeira vertente, destacam-se hoje (11) À Sombra da Forca, de Ted Post, com Clint Eastwood; amanhã (12) O Vale do Fugitivo (1969), de Abraham Polonsky, com Robert Redford e Robert Blake; a 15 Ned Kelly (1970), do britânico Tony Richardson, primeiro (e durante muito tempo único) papel principal de Mick Jagger; ou a 16, Nevada Smith (1966) de Henry Hathaway, um dos filmes que consolidaram o estrelato de Steve McQueen. A partir de 17, os spaghetti tomam a liderança – para além da trilogia Por um Punhado de Dólares, de Sergio Leone (23, 24 e 25) e dos dois Trinitá com Terence Hill e Bud Spencer (22), temos gente como Franco Nero, o único e original Django, presente com três filmes (Django, Tempo de Massacre e Uma Dupla de Mestres, ambos a 17 e 18); Klaus Kinski (E Deus Disse a Caim, a 24); e um autêntico miniciclo com Lee van Cleef, que vai de sequelas hollywoodianas como O Ataque dos Sete Magníficos (a 27) aos filmes em que interpretou Sabata (Sabata e O Retorno de Sabata, a 28 e 30, com Yul Brynner a assumir entre os dois o papel em Adeus, Sabata, a 29). Ao todo, 34 filmes que desenham um peculiar percurso dos últimos anos do western enquanto género. E uma oportunidade para ver filmes que, para todos os efeitos, estavam esquecidos a um canto. A programação completa pode ser consultada em https://www.foxtv.pt/