Compradora do destruído quadro de Banksy não desiste da compra

Apesar de parcialmente desfiado, quadro Girl with Balloon vale agora mais do que os 1,2 milhões de euros pelos quais a obra foi leiloada, acredita a coleccionadora de arte que o comprou.

Foto
Instagram de Banksy

Um leilão aparentemente normal transformou-se no centro das atenções depois de um dos quadros se ter auto-destruído ao ser vendido. Trata-se de Girl with Balloon (2006) do anónimo, mas conhecido, Bansky. Apesar de a obra ter ficado parcialmente destruída, a compradora não alterou a sua intenção de a comprar. Agora, admite que o quadro valha mais do que quando o licitou. 

A vencedora do leilão, uma coleccionadora europeia e habitual compradora de arte nos leilões da Sotheby’s, admite ter ficado "chocada” ao ver a obra ser destruída. Ao britânico The Guardian, assume que acabou por perceber que ia ficar com uma “peça da história da arte”.

A obra de Banksy autodestruiu-se depois de ter sido vendida por mais de 1 milhão de libras (1,2 milhões de euros), num leilão, em Londres, no início do mês de Outubro. Girl with Balloon tinha acabado de ser licitado quando a tela começou a sair pela parte inferior da moldura cortada em tirinhas. Banksy partilhou no Instagram uma imagem desse momento com a legenda: “Going, going, gone…” ("Lá vai, lá vai, foi-se…”). Poucas horas depois, publicou um vídeo na mesma rede social que mostra alguém cujo rosto não se vê a inserir numa moldura de madeira um dispositivo de cortar papel.

O quadro mostra uma rapariga a tentar alcançar um balão em forma de coração e ganhou entretanto um novo título: "Love is in the Bin" (O amor está no lixo), num título já autorizado pelo artista. 

Alex Braczik, especialista da galeria Sotheby's, pede que se parem "com as teorias da conspiração". Numa publicação na rede social Instagram, Braczik diz que "Banksy não destruiu uma obra de arte" no leilão, "criou sim uma nova obra". Uma peça que fica para a história como a "primeira obra de arte criada durante um leilão", escreve a Sotheby's no Twitter. 

O quadro vai ainda ser exposto na galeria da Sotheby’s, em Londres, este sábado e domingo, só depois segue para a compradora.