Concelhos do interior Norte e Centro e de todo o Sul em risco máximo de incêndio

As regiões com maior risco de incêndio situam-se nos distritos de Bragança, Porto, Guarda, Coimbra e Faro.

Foto
Paulo Pimenta

Quase todo o Norte e Centro Interior e o Sul de Portugal estão este sábado em risco máximo ou muito elevado de incêndio devido ao calor, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

As regiões com maior risco de incêndio situam-se nos distritos de Bragança, Porto, Guarda, Coimbra e Faro, enquanto vários concelhos de Aveiro, Beja, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu apresentam risco muito elevado.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para este sábado, no continente, tempo quente, com céu pouco nublado ou limpo e períodos de maior nebulosidade nas regiões do interior durante a tarde.

Segundo o instituto, o vento estará fraco ou moderado (até 30 km/h) do quadrante leste, e tanto a temperatura mínima como a máxima vão registar subidas. A mínima sobretudo no litoral oeste e a máxima no litoral das regiões norte e centro.