Hospital de Santa Maria manda fazer ecografias na Clínica de Chelas

Falta de médicos tem obrigado alguns hospitais públicos a enviarem ecografias para o sector privado.

Foto

Não é só nos blocos de parto que tem havido problemas, também têm surgido dificuldades pontuais no seguimento de grávidas. Depois de uma das especialistas da unidade de ecografia ter tido que ficar em casa em repouso por complicações da sua gravidez, o Hospital de Santa Maria (integrado no Centro Hospitalar de Lisboa Norte) foi obrigado a recorrer à Clínica de Chelas para fazer algumas ecografias.

Desde Julho passado, foi necessário pedir a esta clínica cerca de três dezenas de ecografias, essencialmente de terceiro trimestre e em situações de baixo risco obstétrico, mas a situação estará resolvida com a contratação de uma nova especialista a partir de Outubro, assegura o centro hospitalar. “Todas as situações de risco ou de patologia continuam a ser concretizadas" na unidade, garante. 

Santa Maria não é caso único. Em Julho, uma dirigente do Sindicato dos Médicos da Zona Centro revelou que, em Coimbra, as terceiras ecografias de acompanhamento estarão a ser encaminhadas para os centros de saúde para depois serem realizadas no sector convencionado, devido à falta de médicos.