Câmara assume compromisso para a igualdade e não discriminação entre géneros

O presidente, João Manuel Esteves, prometeu que durante as festas do concelho, que decorrem a partir de sábado e até dia 12, decorrerá um campanha de sensibilização para a igualdade de género.

O executivo municipal de Arcos de Valdevez é composto maioritariamente por mulheres
Foto
O executivo municipal de Arcos de Valdevez é composto maioritariamente por mulheres Nelson Garrido

A Câmara de Arcos de Valdevez (PSD) aprovou esta sexta-feira, por unanimidade, um compromisso para a igualdade e não discriminação, para "colmatar" o desfasamento existente entre o reconhecimento deste direito e a sua concretização.

O compromisso, aprovado em reunião ordinária do executivo, visa "potenciar o princípio da igualdade em todos os aspectos da vida das e dos munícipes, por forma a colmatar o desfasamento entre o reconhecimento deste direito e do respeito pela diferença e a sua concretização real e efectiva".

Em declarações à Lusa, o presidente João Manuel Esteves adiantou que a autarquia "tem em curso uma estratégia municipal para a igualdade que pretende dinamizar a implementação de políticas locais para a cidadania, igualdade e não discriminação".

O autarca reforçou que durante as festas do concelho, em honra de Nossa Senhora da Lapa, que decorrem a partir de sábado e até dia 12, "será aproveitada a grande presença de residentes e emigrantes, para promover a campanha de sensibilização #VezdeIgualdade, que pretende chamar a atenção e solicitar o envolvimento de todos na promoção da igualdade entre todas as pessoas".

João Manuel Esteves explicou que "a composição do executivo com quatro vereadoras, três do PSD e uma do PS, e três elementos masculinos, todos do PSD, incluindo o presidente, irá manter-se durante o período de um mês, devido ao pedido de substituição apresentado por um vereador".

Nas últimas eleições autárquicas, e de acordo com os dados da Direcção Geral de Administração Interna (DGAI), o PSD alcançou a maioria absoluta ao atingir os 67,81% dos votos e garantir seis mandatos. O PS somou 17,68% e passou de dois para um vereador.

"Pela primeira vez, na composição da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, a maioria dos seus membros são mulheres. Julgamos que este facto também é único no panorama autárquico nacional e retrata o destaque que as mulheres têm vindo a ganhar e a assumir a nível de cidadania e participação activa na política e na sociedade. Retrata também o esforço que tem vindo a ser realizado em Arcos de Valdevez, para que esta seja uma realidade cada vez mais presente", afirmou João Manuel Esteves.

O autarca destacou também que "no concelho há sete mulheres presidentes de Junta de Freguesia, vários membros femininos na Assembleia Municipal e nos órgãos autárquicos de freguesia", salientando ainda "o, cada vez maior, envolvimento das mulheres nos órgãos directivos de instituições e organizações de Arcos de Valdevez".