Está a ser preparado um regresso de Buffy - Caçadora de Vampiros

A série criada por Joss Whedon em que Sarah Michelle Gellar lutava contra ameaças sobrenaturais em Sunnydale, na Califórnia, poderá estar de volta.

Foto
Um regresso de Buffy está a ser preparado DR

De 1996 a 2003, ao longo de sete temporadas, Sarah Michelle Gellar foi Buffy Summers, uma adolescente californiana que ia às aulas durante o dia e passava as noites a lutar contra vampiros e outras ameaças sobrenaturais. Era essa a premissa original de Buffy – Caçadora de Vampiros, a adaptação televisiva do filme homónimo de 1992 que gerou um spin-off, Angel, que esteve no ar entre 1999 e 2004. Agora, a Fox está a preparar um regresso da série, com a argumentista Monice Owusu-Breen aos comandos e a produção executiva de Joss Whedon, que não só criou, coordenou e escreveu a série durante os anos em que esteve no ar, como também foi responsável pelo guião do filme original.

As primeiras notícias sobre o assunto, que chegaram na semana passada, pareciam apontar para um reinício da série, com novos actores. Face à confusão e protestos dos fãs, a própria Owusu-Breen desfez algumas dúvidas no Twitter. Num tweet publicado esta quinta-feira, reiterou: “Só existe uma Buffy. Um Xander, uma Willow, um Giles, Cordelia, Oz, Tara, Kendra; Faith, Spike Angel… Não podem ser substituídos. A série brilhante e bonita de Joss Whedon não pode ser replicada. Eu não tentaria fazê-lo. Mas aqui estamos, 20 anos depois… E o mundo parece muito mais assustador. Por isso, talvez pudesse ser altura de conhecermos uma nova Caçadora… E é tudo o que posso dizer.”

Owusu-Breen, que criou recentemente, a partir da saga de livros de Charlaine Harris, Midnight, Texas, tem escrito ao longo dos anos para séries como As Feiticeiras, Irmãos e Irmãs, Lost, Fringe ou A Vingadora, bem como Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D., que teve como co-criador o próprio Whedon.

Segundo o Deadline, que cita os produtores deste novo fôlego, “tal como o nosso mundo”, esta nova Buffy será “ricamente diversa e, tal como a original, alguns aspectos poderão ser vistos como metáforas para questões que todos enfrentamos hoje”.

A série original saiu do ar há 15 anos, com as histórias das temporadas a seguir à sétima a serem contadas apenas através de banda desenhada, meio em que as aventuras e desventuras de Buffy chegaram à 12.ª época.

O envolvimento de Whedon, que deu à série o seu foco em diálogos mordazes, cheios de referências à cultura pop, ainda está por perceber. O criador, nos últimos anos, realizou e escreveu filmes como os dois primeiros tomos da saga Os Vingadores, da Marvel, tendo também realizado, sem ser creditado, e escrito Liga da Justiça, do ano passado, para a concorrente DC. Recentemente, vendeu uma série à HBO, The  Nevers, que o terá como showrunner e produtor executivo, posição que também desempenha noutra série em desenvolvimento no canal Freeform, Pippa Smith: Grown  Up Detective.