Modelo transgénero coroada Miss Universo Espanha

É a primeira vez que uma concorrente assumidamente transgénero vence esta competição.

Miss Universo, Transgênero
Foto
Instagram, @angelaponceofficial

A modelo espanhola Ángela Ponce foi coroada esta sexta-feira Miss Universo Espanha, numa cerimónia em Terragona. É a primeira vez que uma concorrente assumidamente transgénero vence esta competição. A sevilhana de 26 anos irá agora representar o país no palco internacional.

Ponce tinha participado, em 2015, no Miss Mundo Espanha, com o título regional de Miss Cádiz. Não ganhou a competição – o título foi para a Miss Barcelona, Mireia Lalagun –, mas foi a primeira transgénero a concorrer a este concurso. "Tanto quanto sei, sou uma vencedora", disse na altura, citada pelo Daily Mail.

Três anos depois, no Instagram, a modelo diz que o seu objectivo é "ser porta-voz de uma mensagem de inclusão, respeito e diversidade, não só para a comunidade LGBTQ+, mas para o mundo inteiro".

O concurso Miss Universo eliminou a regra que proibia a entrada de pessoas transgénero em 2012, depois da iminente desqualificação de uma concorrente canadiana – por ter nascido homem – ter gerado uma onda de críticas, recorda a CNN. Jenna Talackova foi assim a primeira concorrente transgénero desta competição, mas não chegou a ganhar o título no Canadá.