PJ de Aveiro deteve suspeito de pornografia de menores

Comerciante foi detido em flagrante delito.

A operação foi feita em articulação com autoridades estrangeiras
Foto
A operação foi feita em articulação com autoridades estrangeiras Bruno Lisita

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve um homem de 66 anos que tinha na sua posse centenas de ficheiros multimédia contendo crianças em práticas sexuais explicitas, informou esta quarta-feira aquele órgão de polícia criminal.

Segundo um comunicado da PJ, o homem, comerciante, foi detido em flagrante delito, no âmbito do combate internacional à pornografia infantil em articulação com autoridades estrangeiras.

De acordo com os investigadores, o suspeito está "fortemente indiciado" pela prática do crime de pornografia de menores, consubstanciado na obtenção e partilha, através da Internet, de ficheiros multimédia com crianças em práticas sexuais explícitas com adultos.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado sujeito à obrigação de apresentações semanais no posto policial da área da sua residência.