Donald Trump quer uma força militar espacial

"Não é suficiente termos uma presença no espaço. Temos de ter um domínio americano no espaço", disse o Presidente dos EUA.

Trump quer reforçar a presença militar norte-americana até no espaço
Foto
Trump quer reforçar a presença militar norte-americana até no espaço Reuters/CARLOS BARRIA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quer criar uma força militar para o espaço. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, durante um encontro na Casa Branca com o Conselho Nacional Espacial dos EUA.

“Não é suficiente termos uma presença no espaço. Temos de ter um domínio americano no espaço”, disse o líder norte-americano. “Vamos ter a Air Force e vamos ter a Space Force. Separadas, mas iguais. Vai ser em grande”, prosseguiu Donald Trump em explciar os objectivos desta força militar.

A proposta gerou preocupação entre as forças militares, sobretudo nas altas patentes. "Felizmente o Presidente não o pode fazer sem a aprovação do Congresso, porque agora não é o momento de dividir a Força Aérea. Existem demasiadas missões em curso”, disse o senador democrata Bill Nelson.

O Pentágono não comentou o anúncio de Donald Trump.

Em Dezembro do ano passado Trump assinou a Directiva de Política Espacial 1, com o objectivo enviar os norte-americanos à Lua e criar aí os alicerces para um dia se chegar a Marte. Antes disso, o Presidente assinou legislação relativa à NASA, aprovada antes no Congresso, para que o país permanecesse “na vanguarda da exploração e da descoberta” espacial.

A primeira chegada ao solo lunar aconteceu a 21 de Julho de 1969, quando o astronauta norte-americano Neil Armstrong (1930-2012), seguido por Buzz Aldrin, desceu as escadas do módulo de aterragem da missão Apolo 11 e pisou a Lua.

Os Estados Unidos são membros do Tratado do Espaço Exterior, assinado em 1967, um  tratado de exploração pacífica do espaço exterior, que proíbe o armazenamento de armas de destruição maciça no espaço e permite o recurso a corpos celestiais de forma pacífica.