Torne-se perito

Rio reúne-se com distritais para afinar "governo-sombra"

Funcionamento do Conselho Estratégico domina reunião de Rui Rio com distritais. Expulsão de militantes condenados por corrupção entra no regulamento do PSD.

Proposta da JSD para expulsar condenados por corrupção será acolhida pelo PSD
Foto
Proposta da JSD para expulsar condenados por corrupção será acolhida pelo PSD LUSA/JOSE COELHO

A forma de fazer funcionar com eficácia o Conselho Estratégico Nacional, estrutura com 16 áreas temáticas com coordenadores e porta-vozes, dominou a reunião regular do líder do PSD com os dirigentes distritais na passada quarta-feira à noite, apurou o PÚBLICO.

Na véspera de uma reunião da bancada sobre a despenalização da eutanásia – e depois de o PCP ter colocado a pressão no PSD –, o encontro de Rui Rio com as distritais não serviu para discutir o assunto. Nem se falou sobre a situação política nem sobre o caso das incompatibilidades do ministro Adjunto que foi tema no debate quinzenal.

Só as autárquicas foram abordadas: Rio anunciou a criação de um grupo de trabalho para começar a preparar as eleições de 2021. Uma medida que vai ao encontro da sua intenção, anunciada no congresso, de iniciar já o trabalho do partido sobre as autárquicas depois de o PSD ter perdido muitas câmaras nos últimos anos.

Uma ideia que responde também, e antecipadamente, a um grupo de conselheiros nacionais do PSD que irá propor, na próxima reunião de dia 30, que a direcção do partido comece a preparar as eleições locais. Entre as medidas propostas, os sociais-democratas da segunda lista mais votada ao Conselho Nacional apontam para a necessidade de repensar o sistema eleitoral. Este grupo reuniu-se pela primeira vez no passado sábado, segundo o número um da lista, Carlos Eduardo Reis, confirmou ao PÚBLICO.

De resto, a reunião do líder com os dirigentes distritais serviu para afinar o funcionamento do Conselho Estratégico Nacional (conhecido por governo-sombra ou gabinete-sombra), o relacionamento entre os coordenadores distritais e os responsáveis nacionais da estrutura criada por Rui Rio para reflexão interna e para preparar o programa eleitoral do PSD às próximas eleições legislativas. É nesta estrutura – sobretudo na sua replicação a nível local – que o líder social-democrata deposita toda a sua esperança de poder alterar a forma como se faz política partidária.  

Antes desta reunião com os dirigentes distritais, a comissão política nacional decidiu acolher a proposta da JSD de incluir no regulamento de disciplina do PSD a expulsão dos militantes condenados por corrupção e crimes afins. A proposta vai ser levada a votos no conselho nacional da próxima semana e, se for aprovada, fica inscrita no regulamento de disciplina mas não nos estatutos do partido.

Sugerir correcção