Universidade de Coimbra: quem quer provar “livros” recheados?

Graças a uma receita centenária recuperada pela Universidade de Coimbra, os Biscoitos Académicos — "livros" recheados com doce de pêssego — vão, brevemente, polvilhar o mercado

A receita é simples: farinha, ovos, açúcar, manteiga e raspas de limão. Depois, é só fazer livros (sim, livros), rechear com doce de pêssego e, voilà, (re)nascem os Biscoitos Académicos. A receita é de 1902 e foi redescoberta por Carmen Soares, directora do doutoramento em Patrimónios Alimentares, Culturas e Identidades da Universidade de Coimbra, naquele que terá sido o primeiro livro de culinária portuguesa, Cosinha Portugueza.

Com adaptações para o paladar actual, a receita está agora nas mãos das pastelarias Vasco da Gama e é aí que vão ser produzidos e comercializados os biscoitos. Relacionar a qualidade alimentar com a imagem da academia e da protecção do património imaterial da Universidade de Coimbra é o objectivo.

Os Biscoitos Académicos vão ser lançados na próxima terça-feira, 22 de Maio, na Sala de São Pedro da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, às 17 horas. 

PÚBLICO -
Foto
Os Biscoitos Académicos têm o formato de livros DR