Fundador do Twitter entre os principais oradores da Web Summit

Evan Williams, co-fundador do Twitter, e Margrethe Vestager, comissária europeia, são alguns dos nomes divulgados.

O palco da Web Summit em 2017, com o fundador Paddy Cosgrave e Marcelo Rebelo de Sousa
Foto
O palco da Web Summit em 2017, com o fundador Paddy Cosgrave e Marcelo Rebelo de Sousa Ricardo Lopes/arquivo

A terceira edição da Web Summit em Lisboa vai acontecer entre 5 e 8 de Novembro e a organização anunciou agora alguns dos oradores que compõem a habitual mistura de celebridades, empreendedores e executivos da tecnologia, e políticos que durante uma semana sobem ao palco para palestras, debates e entrevistas.

Da lista fazem parte Evan Williams, co-fundador do Twitter; Margrethe Vestager, a comissária europeia para a Concorrência (que já no ano passado tinha participado); David Wening, o presidente executivo do eBay; Maisie Williams, actriz da série A Guerra dos Tronos; Mark Schneider, presidente executivo da Nestlé, Sean Rad, co-fundador do Tinder; Alexis Ohanian, co-fundador do fórum Reddit; e Joseph Lubin, co-fundador do Ethereum, uma plataforma de blockchain (a tecnologia usada pela bitcoin), cuja criptomoeda ether é a segunda mais popular no mundo.

O evento tem vindo a aproximar-se mais de um fórum de ideias ao estilo do Fórum Mundial de Davos do que de um evento focado em tecnologia. No ano passado, numa demonstração da dimensão da Web Summit para lá do mundo das startups tecnológicas, subiram ao palco o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e o ambientalista Al Gore, antigo vice-presidente dos EUA. A Web Summit também acolhe milhares de startups, que pagam para acesso a um espaço com centenas de potenciais investidores e clientes. Há ainda palestras e debates a que só um grupo restrito de convidados pode assistir.

A Web Summit mudou-se de Dublin para Lisboa em 2016, depois de ter assumido com o Governo da anterior legislatura a realização do evento em Portugal durante três anos. A edição deste ano será a última dessas três edições. O actual Governo desdobrou-se em esforços para manter o evento em Lisboa por mais tempo, mas o local da Web Summit de 2019 ainda não foi anunciado.