Sonae Indústria investe três milhões em fábrica portuguesa

Movelpartes reforça competitividade da empresa no mercado português e europeu.

Paulo Azevedo, presidente da Sonae Indústria, reforça competitividade da fábrica nacional.
Foto
Paulo Azevedo, presidente da Sonae Indústria, reforça competitividade da fábrica nacional. NELSON GARRIDO

A Sonae Indústria investiu cerca de três milhões de euros na Movelpartes, em Paredes, o que permite mais do que duplicar a capacidade de produção da unidade de componentes de mobiliário.

O investimento tem como objectivo reforçar a presença da empresa no mercado de componentes para a indústria de mobiliário, nomeadamente nos mercados de Portugal, Espanha, França e Reino Unido.

De acordo com um comunicado da empresa, “a nova linha de orlagem e furação de painéis permite à empresa produzir cerca de 120 mil componentes por semana e reduzir os resíduos, bem como os custos de energia e manutenção”, aumentando a sua competitividade.

A Movelpartes, que iniciou a sua produção há 25 anos, adopta agora “a mais moderna tecnologia, permitindo dar resposta aos mais exigentes padrões de qualidade, aumentando a sua competitividade”, revela a empresa controlada pela Efanor, a holding pessoal criada por Belmiro de Azevedo, que faleceu em Novembro do ano passado, e que é agora controlada pela família.

A Sonae Indústria é um dos maiores produtores de painéis derivados de madeira, com unidades industriais na Europa, América do Norte e África do Sul. A Sonae Indústria mantém actualmente o controlo total do negócio de painéis derivados de madeira na América do Norte, através da Tafisa Canada, e do negócio de Laminados & Componentes e de diversos activos imobiliários na Europa.

Em 2016, a Sonae Indústria fez uma parceria com a Arauco, uma empresa com sede no Chile e um dos maiores produtores mundiais de recursos florestais. Dessa parceria nasceu a Sonae Arauco, detida em partes iguais, que agrega 20 unidades industriais e comerciais, em oito países e dois continentes.