SEF identifica 11 cidadãos estrangeiros na região Centro em situação irregular

Foram fiscalizados restaurantes, estabelecimentos hoteleiros e uma cooperativa agrícola.

De acordo com o SEF, na sequência das operações de fiscalização, foram também instaurados cinco processos de contraordenação
Foto
De acordo com o SEF, na sequência das operações de fiscalização, foram também instaurados cinco processos de contraordenação PP PAULO PIMENTA

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou esta sexta-feira ter identificado 11 cidadãos estrangeiros em situação irregular na região Centro do país, na sequência de operações de fiscalização em Coimbra, Leiria, Aveiro e Castelo Branco.

O SEF, em nota de imprensa divulgada esta sexta-feira, referiu que foram fiscalizados restaurantes, estabelecimentos hoteleiros e uma cooperativa agrícola, tendo detectado quatro cidadãos estrangeiros em situação irregular em Coimbra, cinco em Leiria, um em Aveiro e outro em Castelo Branco.

Os cidadãos "foram notificados para abandono voluntário de território nacional no prazo de vinte dias, sob pena de, não o fazendo, incorrerem em procedimento administrativo de afastamento e consequente fixação de período de interdição em espaço Schengen", referiu.

De acordo com o SEF, na sequência das operações de fiscalização, foram também instaurados cinco processos de contra-ordenação "às entidades patronais que tinham ao seu serviço trabalhadores em situação irregular, cujas coimas podem, no total, corresponder a valores entre os 12.000 e os 55.000 euros".

O maior número de acções decorreu em Coimbra, "tendo sido fiscalizados uma dezena de estabelecimentos de restauração, em conjunto com a Autoridade Tributária e o Instituto da Segurança Social", acrescentou o SEF, na mesma nota.