Zeinal Bava no topo da lista dos 20 nomes a quem o "saco azul" do BES fez mais pagamentos directos

Lista é divulgada pelo semanário Expresso neste sábado.

Foto
Ricardo Salgado está a contas com a justiça devido à gestão que praticou no grupo Espírito Santo Rui Gaudêncio

A lista tem 106 nomes registados em extractos bancários como receptores de transferências da Espírito Santo Enterprises, a offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas, que se suspeita ter funcionando como “saco azul” do Grupo Espírito Santo. Foi avançada na edição deste sábado do semanário Expresso.

O jornal divulga os 20 nomes que correspondem às quantias mais avultadas. Muitos trabalharam para o banco no território nacional ou fizeram parte de estruturas situadas no estrangeiro. Cerca de três quartos são membros da família Espírito Santo.

À cabeça: Zeina Bava (18,5 milhões), Amílcar Morais Pires (4,9 milhões), Isabel Maria Carvalho de Almeida (2,2 milhões), Virgílio Tarrago da Silveira (1,7 milhões), João Filipe Carvalho Pereira (1,1 milhões), Jorge Manuel P. Espírito Santo Silva (748 mil), Ricardo Abecassis Espírito Santo Silva (747 mil), Juan Villalonga Navarro (703 mil), António Soares (700 mil), António do Espírito Santo Silva Salgado (686 mil).

Logo a seguir: José Manuel da Fonseca Antunes (562 mil), Fernando José Camacho Baptista da Costa Freire (500 mil), Pedro Fernandes Homem (437 mil), Bernardo Leite de Faria Espírito Santo (400 mil), Maria da Conceição Espírito Santo Silva (370 mil), Von Greber (358 mil), Manuel Abecassis Espírito Santo Silva (349 mil), Augusto de Athayde S. D’ Albergaria (316 mil), Manuel Pinho (315 mil), Jean-Luc Schneider (310 mil).