Cancelado primeiro debate entre candidatos à liderança do PSD

Santana recua na decisão de participar num programa com Rio, o que leva a TVI24 a cancelar a iniciativa que seria transmitida no sábado.

Santana Lopes não desiste da ideia de participar em três debates
Fotogaleria
Santana Lopes não desiste da ideia de participar em três debates Nelson Garrido
Fotogaleria
Rui Rio já encerrou a discussão sobre os debates LUSA/PAULO NOVAIS

Está a ser muito difícil juntar os dois candidatos à liderança do PSD em debate televisivos. Aquele que seria o primeiro frente-a-frente entre Pedro Santana Lopes e Rui Rio e que seria transmitido no sábado à noite na TVI24, afinal, já não se vai realizar, garantiu ao PÚBLICO a jornalista Constança Cunha e Sá, responsável pelo programa Poder Laranja, em que os candidatos iriam participar. “O debate foi cancelado”, disse.

Esta semana, Pedro Santana Lopes tomou a iniciativa de telefonar à jornalista Constança Cunha e Sá e dizer-lhe que gostava de participar no programa Poder Laranja, transmitido aos sábados à noite. A jornalista mostrou-se receptiva à ideia e aproveitou o telefonema para lhe propor que Rui Rio também participasse, juntando os dois naquele que seria o primeiro debate entre os candidatos à liderança do PSD. Santana não se opôs e Constança telefonou a Rio que aceitou o convite.

Em comunicado, emitido na quarta-feira à noite, a candidatura de Rui Rio informou que o candidato aceitou a proposta da TVI e acrescentou: “Ficaram, então, definidos e fechados os dois debates acordados: um a realizar na RTP [a 4 de Janeiro] e o outro na TVI”, que seria o da TVI24. O texto criticava ainda Santana por, na véspera, ter “enviado unilateralmente um comunicado para a comunicação social, dizendo que, agora, passou a defender três debates”. Sobre isto, Rio voltou a dizer que não estava disponível para mais do que dois frente-a-frente.

Mas Santana não gostou que Rio tivesse contabilizado a sua participação no programa Poder Laranja, que se realizaria em canal fechado, como um frente-a-frente. Daí que tenha informado que não iria estar presente na TVI24, reafirmando que deveriam realizar-se debates nas três televisões generalistas.

Numa derradeira tentativa de consensualizar posições, a candidatura de Santana enviou esta quinta-feira um texto às direcções dos três canais de televisão para que promovam uma reunião com as duas candidaturas com vista a tornar possível a realização de um frente-a-frente em cada emissora.

Se esta diligência não tiver sucesso, o que pode mesmo acontecer é que haja apenas debate entre os dois candidatos, na RTP. Rui Rio não abre espaço para mais e Santana não recua na sua vontade de passar a mensagem nos três canais de televisão.

Pouco tempo depois do ex-presidente da Câmara do Porto ter tornado público o comunicado, a candidatura do ex-autarca da Figueira da Foz e de Lisboa emitia um texto no qual lembrava que, desde o início da campanha para a presidência do partido, Santana Lopes afirmou a sua “disponibilidade para a realização de debates entre os dois candidatos que permitissem aos militantes do PPD/PSD e aos portugueses em geral conhecer as propostas e ideias principais que os dois defendem”.

“Esta posição (…) foi sendo contrariada pelo candidato Rui Rio de formas diversas, derrogando no tempo qualquer decisão que concretizasse, efectivamente, a realização de debates”, acrescenta o comunicado, no qual se lê ainda que Santana “aguarda pacientemente “ que a candidatura de Rui Rio se disponha e se pronuncie”.

Fonte da candidatura de Rui garantiu entretanto ao PÚBLICO que o “tema dos debates é um assunto encerrado” para o candidato.