Festival Tremor anuncia datas e primeiros nomes do cartaz

Dead Combo, Altin Gün e Lone Taxidermist são algumas das primeiras confirmações.

Foto
A primeira fase de bilhetes, limitada a 100 unidades, já está disponível miguel Manso

O festival Tremor, nos Açores, já tem datas e alguns nomes do cartaz foram anunciados esta terça-feira. A edição de 2018 irá contar com Dead Combo, Altin Gün, Lone Taxidermist, The Parkinsons e We Sea. O festival realiza-se entre 20 a 24 de Março na ilha de São Miguel.

O Tremor é uma co-produção da Lovers & Lollypops, Yuzin e António Pedro Lopes, que vai para a sua quinta edição. Nas próximas semanas serão divulgados mais nomes do cartaz e mais informações sobre a programação que, segundo a organização, irá contar com “concertos surpresa em locais inesperados da ilha, espectáculos e interacções na paisagem, laboratórios, pensamento e reflexão, arte nas ruas e residências artísticas”.

A primeira fase de bilhetes, limitada a 100 unidades até ao Natal, está disponível na bilheteira online e nos locais habituais a 25 euros. A organização indica que os bilhetes da primeira fase estão perto de esgotar e que, posteriormente, o preço aumenta para os 35 euros.

Entre os nomes anunciados esta terça-feira, Dead Combo, a dupla que integra Tó Trips e Pedro Gonçalves, estreou-se com o álbum Vol.1 em 2004, tendo editado o último álbum de estúdio, A Bunch of Meninos, uma década depois. Com influências que vão desde o fado ao blues, passando pelo rock, worldmusic ou neofolk, a banda prepara-se para lançar um novo álbum gravado nos estúdios Namouche e com produção de Alain Johannes.

Os Altin Gün fazem uma fusão de folk turco, psicadélico, funk e rock. Com inspiração na música turca dos anos 70, pegam nas músicas do cancioneiro tradicional desse país e reinventam a ligação entre o Oriente e o Ocidente de uma forma contemporânea.

Lone Taxidermist é o projecto de Natalie Sharp que vem apresentar o seu álbum de estreia, Trifle. As revistas The Wire ou The Quietus indicam Sharp como uma das artistas a não perder de vista no panorama musical dos próximos tempos.

Os portugueses The Parkinsons, naturais de Coimbra, têm dividido o seu tempo entre Portugal e Londres. Com três álbuns de estúdio editados, A Long Way to Nowhere, Reason To Resist e Back to Life, irão levar o punk ao Tremor.

Quanto à última confirmação desta primeira leva de nomes, We Sea é um projecto açoriano de pop lo-fi que irá jogar em casa.