Marcelo quer “homenagem em grande” ao músico

O Presidente da República foi uma das centenas de pessoas que passaram pelo velório de Zé Pedro. O guitarrista dos Xutos & Pontapés morreu aos 61 anos.

Marcelo Rebelo de Sousa
Foto
Marcelo Rebelo de Sousa LUSA/JOSé COELHO

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira que no próximo ano deverá realizar-se "uma homenagem em grande" ao guitarrista Zé Pedro, que morreu nesta quinta-feira, aos 61 anos.

"Há ideias para, na Primavera ou Verão, fazer uma homenagem em grande como ele gostava que fosse, com alegria, com muita gente, de todas as gerações interpretando o que ele deu aos portugueses: uma vida inteira", disse Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, depois de ter prestado homenagem ao músico nesta sexta-feira, em Lisboa.

Centenas de pessoas têm passado desde as 16h de sexta pelo antigo Museu dos Coches em Lisboa, onde decorre o velório do guitarrista Zé Pedro. Marcelo Rebelo de Sousa disse que esteve presente para prestar a "enorme gratidão" a um músico "que deu alegria a milhares de portugueses". Nessa homenagem, o chefe de Estado espera "que estejam presentes os ídolos musicais da vida dele".

Os músicos Manuel João Vieira, Samuel Úria, Sandra Baptista, Nuno Rafael, Pedro Gonçalves, Gimba, Jel, o editor David Ferreira, o produtor Ramon Galarza, a empresária Roberta Medina, o promotor Nuno Brancaamp e o realizador Joaquim Leitão foram algumas das pessoas ligadas à música que estiveram presentes no velório.

Pelo velório passaram também o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, a dirigente do BE, Catarina Martins e, também do BE, Ricardo Robles e José Manuel Pureza. O velório do fundador dos Xutos e Pontapés termina à meia noite desta sexta-feira e o funeral realiza-se no sábado para o cemitério dos Olivais.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações