Jeff Koons e Louis Vuitton lançam nova colecção dedicada aos mestres da pintura

Monet, Manet e Gauguin são algumas das inspirações de Jeff Koons.

Fotogaleria
Reuters/CARLO ALLEGRI
Fotogaleria
Water Lilies de Claude Monet (1916) DR
Fotogaleria
Ancient Rome de J.M.W. Turner (1839) DR
Fotogaleria
Reclining Girl de François Boucher (1752) DR
Fotogaleria
DELIGHTFUL LAND de PAUL GAUGUIN (1892) DR
Fotogaleria
LUNCHEON ON THE GRASS de ÉDOUARD MANET (1863) DR

A Louis Vuitton tem nova linha de malas, porta-chaves e lenços inspirada nas obras dos grandes mestres da pintura. A marca lançou, no final de Outubro, um novo capítulo da conhecida colaboração com o artista nova-iorquino Jeff Koons.

Desta vez, a colecção Masters usa como padrão a reprodução de pinturas de Claude Monet, Édouard Manet, Paul Gauguin, J.M.W. Turner e François Boucher para adornar os conhecidos modelos da marca, tal como o Speedy ou o Neverfull.

As peças podem ser compradas em qualquer loja da marca, física ou online. Todavia, a colecção inspirada nas pinturas de Poussin encontra-se apenas na Maison Louis Vuitton Vendôme, em Paris.

A primeira colecção desta colaboração entre Jeff Koons e a Louis Vuitton saiu a 28 de Abril deste ano e foram utilizadas pinturas de Da Vinci, Van Gogh, Rubens, entre outros. Koons resolveu recorrer ao imaginário da série Gazing Ball, iniciada em 2013, em que assina reproduções em larga escala de pinturas conhecidas como Mona Lisa, colocando uma grande esfera azul no centro do quadro.