"Não podemos ficar à espera dos bombeiros para nos resolverem os problemas", diz secretário de Estado

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, urge às comunidades que combatam as chamas e que sejam mais "proactivas".

Daniel Rocha
Foto
Daniel Rocha

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, afirmou, em declarações à SIC Notícias, que as comunidades têm de ser “proactivas” e não podem ficar “à espera que apareçam os bombeiros e que apareçam os aviões para nos resolverem o problema”.

Garantindo que, no início da semana, o dispositivo foi reforçado em 1000 operacionais, prevendo uma “semana difícil” relativamente aos fogos, Jorge Gomes defende que é necessário “trabalhar com as comunidades”, porque os “meios são finitos”.

"Temos de começar a trabalhar com as comunidades para tornar as nossas comunidades mais resilientes” e para que as comunidades saibam “como se comportar em situações como as de hoje”, explicou. “Nós tínhamos os meios aéreos que não puderam actuar em quase nenhum teatro de operações porque as colunas de fumo não o permitiram”, continuou o secretário de Estado.

“Têm de ser as próprias comunidades a ser proactivas e não ficarmos todos à espera que apareçam os nossos bombeiros e que apareçam os aviões para nos resolveram o problema”, defendeu.