Comandante da Protecção Civil demitiu-se

Rui Esteves tem estado envolvido em várias polémicas. Será substituído interinamente por Albino Tavares.

LUSA/ANTÓNIO COTRIM
Foto
LUSA/ANTÓNIO COTRIM

O comandante nacional da Protecção Civil, Rui Esteves, demitiu-se nesta quinta-feira, informa uma nota do Ministério da Administração Interna (MAI).

A demissão surge depois de o PÚBLICO ter revelado que fez uma licenciatura quase toda por equivalências, o que levou o ministro da Ciência e Ensino Superior a pedir a abertura de um inquérito.

"O Comandante Operacional Nacional (CONAC), da Autoridade Nacional de Protecção Civil, Rui Esteves, apresentou hoje [quinta-feira], dia 14 de setembro, ao secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, o pedido de cessação da Comissão de Serviço, o qual foi já aceite", diz a nota enviada pelo MAI, acrescentando que "o lugar de CONAC será assumido interinamente pelo actual segundo Comandante Operacional Nacional, tenente-coronel Albino Tavares".

O trabalho de Rui Esteves à frente da Protecção Civil foi alvo de contestação pela oposição. Além disso, Rui Esteves estava igualmente a ser alvo de um processo disciplinar, na sequência de uma notícia da RTP que informava que Rui Esteves estaria ilegal no comando da ANPC desde que foi nomeado em Janeiro, por ter acumulado este cargo com o de director do aeródromo de Castelo Branco.