O eterno supervilão de Batman vai ter direito a filme produzido por Scorsese

Não é engano: Martin Scorsese, o próprio, vai produzir um filme que conta a história de origem do Joker. A realização é de Todd Phillips, responsável pela trilogia A Ressaca.

Fotogaleria
Martin Scorsese: sim, a lenda do cinema vai produzir um filme do Joker EDUARDO MUNOZ/Reuters
Fotogaleria
Todd Phillips na estreia de A Ressaca - Parte II MARIO ANZUONI/Reuters

Ao longo dos anos, o Joker, o eterno supervilão de Batman, já foi interpretado por actores ilustres como Jack Nicholson, que, no primeiro filme de Tim Burton, perguntava sempre se as pessoas já tinham dançado com o diabo sob a pálida luz da lua, ou Heath Ledger, que ganhou um Óscar póstumo pela sua prestação em O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan, o último papel que concluiu. A personagem icónica da DC Comics também foi interpretada, no ano passado, por Jared Leto em Esquadrão Suicida, de David Ayer, e o barbudo cómico Zach Galifianakis deu-lhe voz na comédia animada Lego Batman: O Filme, realizado este ano por Chris McKay.

Galifianakis é um dos poucos pontos de ligação óbvios que o Joker tem com Todd Phillips, que, segundo o site Deadline, vai realizar um filme que conta a história de origem da personagem. É que a ascensão do actor deveu-se ao seu papel nos três filmes A Ressaca, realizados por Phillips, que se junta agora a Martin Scorsese, na produção, e a Scott Silver, argumentista de filmes como 8 Mile ou The Fighter – O Último Round. Quando é que isso acontecerá, porém, ainda não está confirmado, só se sabe que Phillips e Silver já começaram a escrever o guião. 

A ideia, segundo a notícia, é fazer algo que está longe tanto da comédia que caracteriza a obra de Phillips quanto dos actuais filmes do Universo Estendido da DC, e muito na onda dos filmes de Scorsese dos anos 1970 e 80, em que mostrava os pontos mais ásperos e sujos da cidade de Nova Iorque. A história, aliás, deverá passar-se nos anos 80 em Gotham City, a cidade onde o Joker luta contra Batman praticamente desde que ambos foram criados por Bill Finger, Jerry Robinson e Bob Kane para a banda desenhada no início da década de 40.

O filme, calcula-se, será bem mais específico do que O Cavaleiro das Trevas, em que a história de origem do vilão mudava sempre que Heath Ledger a contava, dependendo da pessoa com quem estivesse a falar. Também se presume que este filme não esteja relacionado com Gotham, a série de televisão que se foca nos tempos da cidade antes de Bruce Wayne se transformar em Batman, e em que há uma personagem, Jerome Valeska, que é interpretada por Cameron Monaghan e serve de homenagem a Joker – a quarta temporada estreia-se na Fox americana a 21 de Setembro, mas a data portuguesa ainda não é conhecida.

Não há quaisquer informações sobre o elenco. O Deadline só refere que deverá haver um actor mais novo do que Jared Leto – cujo Joker ainda vai aparecer na sequela de Esquadrão Suicida e no filme centrado em Harley Quinn, a sua namorada – no papel principal. É que o filme faz parte de um novo esforço para pegar em personagens da DC e contar histórias diferentes daquelas que são exploradas nos filmes do Universo Estendido; o último, Mulher-Maravilha, incluía as mesmas personagens que aparecem nesse mundo a serem interpretadas por actores distintos.