Seara surpreendido com notícia de que escolheu candidato a braços com a Justiça

O social-democrata Fernando Seara ressalva que, antes de ler a acusação, não tomará qualquer decisão.

Foto
Seara sublinha que quem escolhe candidato são estruturais locais do partido ba bruno almeida

Fernando Seara, que concorre à Câmara Municipal de Odivelas pelo PSD, garante que foi surpreendido há poucas horas com a notícia de que escolheu Henrique Muacho como candidato à junta de freguesia de Póvoa de Santo Adrião e Olival de Basto, quando o empresário é alvo de uma acusação do Ministério Público por negócios pouco claros. Questionado sobre se não escolheu o candidato, Seara respondeu apenas: “Quem escolhe os candidatos são as estruturas locais”, afirmou ao PÚBLICO, depois de ter dito que soube dessa “situação há duas horas”.

O social-democrata, que agora concorre a Odivelas, ressalva porém que não tomará ou adiantará qualquer decisão antes de ler a acusação do Ministério Público. A notícia de que Muacho está envolvido num caso que envolve a maçonaria e inclui 12 arguidos, um dos quais o ex-director-geral de Infraestruturas e Equipamentos do Ministério da Administração Interna, João Correia, acusado de corrupção, foi avançada pelo pelo jornal i e Sol .

O PÚBLICO consultou o despacho de acusação e nele pode ler-se que Henrique Muacho está acusado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal de sete crimes de participação económica em negócio.

Depois de ter governado a autarquia de Sintra, Fernando Seara concorreu ao município de Lisboa, tendo sido derrotado pelo actual primeiro-ministro, António Costa. Nos últimos quatro anos foi vereador em Lisboa e agora está na corrida autárquica, mas com os olhos postos em Odivelas.