Seara surpreendido com notícia de que escolheu candidato a braços com a Justiça

O social-democrata Fernando Seara ressalva que, antes de ler a acusação, não tomará qualquer decisão.

Seara sublinha que quem escolhe candidato são estruturais locais do partido
Foto
Seara sublinha que quem escolhe candidato são estruturais locais do partido ba bruno almeida

Fernando Seara, que concorre à Câmara Municipal de Odivelas pelo PSD, garante que foi surpreendido há poucas horas com a notícia de que escolheu Henrique Muacho como candidato à junta de freguesia de Póvoa de Santo Adrião e Olival de Basto, quando o empresário é alvo de uma acusação do Ministério Público por negócios pouco claros. Questionado sobre se não escolheu o candidato, Seara respondeu apenas: “Quem escolhe os candidatos são as estruturas locais”, afirmou ao PÚBLICO, depois de ter dito que soube dessa “situação há duas horas”.

O social-democrata, que agora concorre a Odivelas, ressalva porém que não tomará ou adiantará qualquer decisão antes de ler a acusação do Ministério Público. A notícia de que Muacho está envolvido num caso que envolve a maçonaria e inclui 12 arguidos, um dos quais o ex-director-geral de Infraestruturas e Equipamentos do Ministério da Administração Interna, João Correia, acusado de corrupção, foi avançada pelo pelo jornal i e Sol .

O PÚBLICO consultou o despacho de acusação e nele pode ler-se que Henrique Muacho está acusado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal de sete crimes de participação económica em negócio.

Depois de ter governado a autarquia de Sintra, Fernando Seara concorreu ao município de Lisboa, tendo sido derrotado pelo actual primeiro-ministro, António Costa. Nos últimos quatro anos foi vereador em Lisboa e agora está na corrida autárquica, mas com os olhos postos em Odivelas.