Esta luz cria um escudo de segurança para os ciclistas

BikeSphere é o nome do dispositivo luminoso pensado para aumentar a segurança dos ciclistas — e automobilistas. É a primeira ideia do projecto #TrendyDrivers, da Michelin

Parece uma luz de presença normal, colocada no guiador da bicicleta, mas esconde um sensor pensado para aumentar a segurança dos ciclistas e dos automobilistas. O BikeSphere calcula a distância entre aqueles que viajam a duas e a quatro rodas e, quando estão demasiado próximos, emite uma projecção luminosa de segurança.

“A tecnologia analisa a envolvente do ciclista e reage quando um carro se aproxima, aumentando a visibilidade do primeiro e avisando os condutores do perigo”, lê-se na página do BikeSphere, a primeira ideia do projecto #TrendyDrivers, da Michelin.

A luz vermelha assinala uma área de segurança para alertar os condutores e permitir uma reacção atempada à presença dos ciclistas. Durante o dia — ou em momentos de boa visibilidade —, o BikeSphere está programado para hibernar e poupar bateria. Quando anoitece, o dispositivo desperta e projecta o tal escudo de luz, que se torna mais intenso no momento em que um carro passa mais perto.

PÚBLICO -
Foto

De acordo com a fabricante de pneus francesa, um em cada cinco condutores não respeita a distância de segurança entre o automóvel e o ciclista, o que resulta em 5000 acidentes evitáveis por ano.

O #TrendyDrivers procura ideias para “mudar a tendência na estrada e aumentar a segurança dos ciclistas e dos condutores”. Qualquer pessoa pode submeter propostas através de um formulário de inscrição e, caso a ideia seja seleccionada, ganhar um prémio de 6000 euros para a concretizar.

Não há, para já, informações sobre a comercialização do BikeSphere, mas no mercado há outros dispositivos pensados para facilitar a vida dos ciclistas. Em 2015, uma designer desenvolveu um sistema que projecta um símbolo luminoso a seis metros de distância do ciclista.