Fotogalerias

A tropa chegou ao Porto para o 10 de Junho

Entre quarta-feira e domingo, estão planeados demonstrações e concertos na Avenida dos Aliados. O Presidente da República chega à cidade no dia 9 de Junho.

Paulo Pimenta/Público
Fotogaleria
Paulo Pimenta/Público

É no Porto que, este ano, decorrem as cerimónias oficiais do 10 de Junho, Dia de Portugal. Os preparativos já começaram a ser feitos e a Avenida dos Aliados está, rapidamente, a transformar-se num quartel-general. Em breve, toda a placa central, desde a Câmara do Porto até ao Hotel Intercontinental, vai estar preenchida com tendas e demonstrações das Forças Armadas.

O objectivo das actividades, que se iniciam na quarta-feira e alongam-se até domingo, de 7 a 11 de Junho, é dar conhecer as competências da Marinha, do Exército e da Força Aérea. Algo que acaba por se resumir a um Dia da Defesa Nacional prolongado e aberto a todas as idades. Mas a programação vai mais além, com concertos e actividades militares na Praça da Liberdade e Avenida dos Aliados.

A Marinha vai deixar que as pessoas experimentem um baptismo de mergulho ou um simulador de navegação, para além de mostrar diversas viaturas, como a lancha de assalto rápido ou o anfíbio. Já o Exército, oferece escalada e rappel, contando com uma torre multiusos, diversas viaturas e tendas específicas. Da parte da Força Aérea, o público vai poder ver uma aeronave Alfa Jet, um F-16 e um helicóptero Alquette III. Prevêem-se, ainda, diversas demonstrações dedicadas à inactivação de engenhos explosivos, cães de guerra e descontaminação.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, chega à cidade no dia 9 de Junho. Mas é só na manhã do dia 10 que se realiza o desfile militar nas avenidas de Montevideu e do Brasil. No mesmo dia, às 21h30, a Orquestra Ligeira do Exército dá concerto na Avenida dos Aliados.

Todas as actividades planeadas são gratuitas e decorrem entre as 10 e as 24 horas, sendo que, no domingo, terminam às 18h30 horas. 

De realçar que, do dia 6 ao dia 11 de Junho, o trânsito estará proibido, excepto cargas e descargas e acesso a garagens, na Rua do Molhe, no troço compreendido entre a Avenida do Brasil e a Rua de Gondarém. Por sua vez, no dia 9 de Junho, será proibido circular na Avenida de D. Carlos I, no arruamento sul da Esplanada do Castelo e na Rua de D. Luís Filipe.

Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público
Paulo Pimenta/Público