Torne-se perito

Salvador foi cantar à televisão espanhola e subiu ao palco com rival

O músico português irá representar Portugal em Kiev no próximo dia 9, na primeira semifinal da Eurovisão.

Os elogios ao representante português continuam e não são apenas portugueses
Foto
Os elogios ao representante português continuam e não são apenas portugueses DR

De camisa aos quadrados, sentado ao piano, e a uma semana da primeira semifinal da Eurovisão, Salvador Sobral voltou a surpreender com uma versão inédita da música que levará a Kiev. O momento aconteceu no programa espanhol Spain Calling International do canal RTVE.es, onde o músico também partilhou palco com o representante de Espanha, Manel Navarro.

Na única actuação fora de Portugal antes de marcar presença na semifinal do próximo dia 9 de Maio, o músico de 27 anos, o finalista que nunca viu a Eurovisão, continuou a chamar a atenção pela sua singularidade e forma como interpreta as canções.

Na secção de comentários, os elogios portugueses e estrangeiros ao vencedor do Festival da Canção de 2017 repetem-se. A notoriedade do músico português em Espanha não é uma novidade. No último mês, o jornal espanhol El País publicou uma entrevista do representante português, descrevendo-o como “milagre” e entre rasgados elogios.

Para além da interpretação da música portuguesa, Salvador juntou-se ainda ao representante espanhol, Manel Navarro, para acompanhar a música Do it for your lover, que Espanha levará ao concurso de música. Os dois músicos já se conheciam. Na última semana, o cantor espanhol foi um dos convidados do programa da RTP 5 para a Meia-Noite, onde esteve com Salvador Sobral. Lado a lado, os dois dividiram a interpretação da música espanhola, com a voz e guitarra de Manel e uma "trompete" improvisada de Salvador, que com o engenho da voz deu um toque jazz à canção original.

O momento impressionou. O canal televisivo descreveu a forma como Salvador “se deixa levar pelo corpo e pela sua inspiração para fazer uma interpretação jazz do tema, uma improvisação que não voltará a repetir em lugar algum”, e sublinhou o seu “castelhano fluido”, aprendido durante os vários anos que viveu em Espanha.

Esta quarta-feira o programa espanhol irá ainda revelar uma entrevista feita ao músico português. Para além de Salvador, estiveram no programa Tijana Bogicevic e Norma John, representantes da Sérvia e da Finlândia, respectivamente.

Na lista de vencedores favoritos no Oddschecker, que agrega as probabilidades dadas de 27 sites de apostas online, a canção portuguesa Amar pelos dois estava, na tarde desta quarta-feira, em terceiro lugar, a melhor classificação até agora.

Nas redes sociais, a esperança em Salvador continua elevada. Na terça-feira, o humorista algarvio Dário Guerreiro, conhecido por Môce Dum Cabréste, partilhou um vídeo onde surge a cantar uma adaptação à melodia da canção original dos irmãos Sobral. Na versão do comediante, brinca com a surpresa que foi a qualidade da balada que Portugal leva a Kiev. “Pois bem, eu estava enganado/ Este ano o resultado pode não nos deixar mal”, canta o algarvio. “Belgas, suíços e checos: não sejam badamecos e votem em Portugal”, pede. Se, ainda assim, Portugal não conseguir a vitória – o que acontecerá apenas se “não tiverem um gosto que preste”, o comediante destaca que “ao menos este ano, caímos de pé”.

Sugerir correcção