Luis Onofre ganha eleições na APICCAPS por 42 votos

As duas listas disputavam, cerca de 2000 mil votos. Votaram 80% dos associados

asm adriano miranda
Foto
asm adriano miranda

A candidatura encabeçada por Luis Onofre à presidência da APICCAPS, a associação que representa o sector do calçado, saiu com vantagem das eleições que encerraram esta sexta feira, mas por uma margem muito pequena.

De acordo com informações recolhidas pelo PÚBLICO, a lista A, que representava a continuidade, mantendo muitos elementos da direcção que, com Fortunato Frederico esteve à frente dos destinos da associação, recebeu mais 42 votos do que a Lista B, encabeçada por Sérgio Cunha. 

A APICCAPS foi fundada em 1975 e que representa toda a fileira do calçado em Portugal (Indústria de calçado, Indústria de componentes para calçado, Indústria de artigos de pele e Indústria e comércio de bens de equipamento). Tem 400 associados com direito a voto, sendo que, de acordo com o numero de funcionários, cada associado tem direito a um numero de votos distinto. As empresas com maior dimensão têm acesso a um maior numero de direitos de voto. Em causa estavam cerca de 2000 mil votos.

De acordo com o comunicado divulgado pela associação no final do escrutónio , cerca de 80% dos associados participaram neste sufrágio, respondendo massivamente a umas eleições em que, pela primeira vez, concorreram duas listas.

Luís Onofre, 45 anos, empresário de 3ª geração, natural de Oliveira de Azemeís, sucede a Fortunato Frederico, da Fly London, que liderou a Associação nos últimos 18 anos.

"Constituída por 1834 empresas, responsáveis por 45 164 postos de trabalho (dados do Ministério do Trabalho alusivos a 2015), a fileira do calçado exporta mais de 90% da sua produção, o equivalente 2.250 milhões de euros no final de 2016. Desde 2010, as exportações aumentaram mais de 55%. Ao nível do emprego, são igualmente muito positivos os sinais, com a criação de 9.238 postos de trabalho nesse período", recorda a associação no já referido comunicado.