A cronologia do erro histórico dos Óscares, segundo a segundo

A revista Variety teve acesso a imagens que mostram tudo o que passou nos bastidores antes de ter sido anunciado o vencedor errado do Óscar para Melhor Filme.

Momento em que Cullinan entrega em palco o envelope correcto
Foto
Momento em que Cullinan entrega em palco o envelope correcto Reuters/LUCY NICHOLSON

O erro histórico da edição deste ano dos prémios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, os Óscares, continua a dar que falar, e assim deverá manter-se nos próximos anos.

O responsável por ter sido anunciado que La La Land: Melodia de Amor era o vencedor do Óscar para Melhor filme quando, na realidade, o vencedor era Moonlight, já foi identificado. A PwC, a consultora que há 83 anos trata das votações para os Óscares, assumiu a responsabilidade pelo fiasco. Depois, o dedo foi apontado de forma mais individual: Brian Cullinan, um dos sócios da empresa, a quem cabia entregar os envelopes com os nomes dos vencedores aos apresentadores ao longo da cerimónia.

Já esta quarta-feira, a Academia anunciou que estes representantes da PwC em particular vão deixar de colaborar na gala de entrega dos prémios. Uma porta-voz da Academia explicou que Brian Cullinan e Martha Ruiz deixarão de ter a seu cargo a contagem dos votos e a entrega dos envelopes, durante a cerimónia, com os nomes dos vencedores dos principais prémios de cinema do mundo, noticia a Reuters.

Agora, a revista Variety vem acrescentar mais pormenores a tudo o que se passou, com acesso exclusivo a fotografias de Cullinan na antecâmara da gaffe que fica para a história. Com as imagens, a revista faz uma cronologia para explicar tudo o que aconteceu, e prova que o sócio da PwC mistura, a certa altura, os dois envelopes (o errado, que acabaria por ser entregue aos actores Faye Dunaway e Warren Beatty para a apresentação do vencedor; e o certo, onde se lia o nome do verdadeiro galardoado), enquanto publica fotografias nas redes sociais.

Tudo começa quando Casey Affleck deixa o palco depois de ter recebido o galardão para Melhor Actor. Nesse momento já Beatty se encontrava nas imediações do palco para apresentar o principal Óscar da noite, mas aproveita para dar um abraço de felicitação a Affleck. Nesta imagem, mas atrás, está Cullinan com dois envelopes na mão. Por esta altura faltavam entregar dois prémios: o de Melhor Actriz e de Melhor Filme. Numa imagem mais aproximada, verifica-se que o responsável pelos votos tem, na mesma mão que carrega os envelopes, um telemóvel.

Nos momentos que se seguem, tanto Beatty como Cullinan assistem à entrega do Óscar para Melhor Actriz, que acabaria por ser atribuído a Emma Stone.

Dez minutos depois, a estrela de La La Land surge nos bastidores do palco principal já com o Óscar na mão, e tira fotografias, incluindo com Cullinan. Este, 30 segundos depois, prepara-se para tweettar a fotografia que acabara de tirar a Emma Stone. Warren Beatty e Faye Dunaway já se preparam então para fazer o anúncio da polémica. Quase um minuto depois, às 21h05 locais, o tweet de Cullinan é publicado.

Às 21h08 locais, Faye Dunaway diz, erradamente, que o vencedor do Óscar de Melhor Filme foi La La Land. Cullinan demora três minutos e meio a entrar no palco para entregar o envelope correcto e desfazer o erro.