Morreu Viktor Chanov, antigo guarda-redes do Dinamo de Kiev e da União Soviética

O ex-jogador do Shaktar Donetsk tinha sido internado na sequência de uma agressão.

Foto
Viktor Chanov, futebolista que esteve ao serviço de do Dinamo de Kiev e União Soviética DR

Viktor Chanov, guarda-redes da antiga União Soviética e do Dinamo de Kiev, morreu na terça-feira, aos 57 anos, vítima de lesões no crânio informou, esta quinta-feira, o clube ucraniano.

A 20 de Janeiro, Chanov tinha sido internado de urgência depois de ter sido agredido e de ter sofrido várias fracturas no crânio, pelo que teve de ser submetido a uma intervenção cirúrgica.

Viktor Cjanov iniciou a carreira em 1978, ao serviço do Shaktar Donetsk, clube actualmente treinado pelo português Paulo Fonseca.

Em 1981, o antigo guarda-redes transferiu-se para o Dinamo de Kiev, onde permaneceu até 1990, tendo disputado pelo clube mais de 200 jogos. Uma das suas maiores conquistas ao serviço do clube ucraniano foi a extinta Taça dos Vencedores das Taças de 1986, após uma final com o Atlético de Madrid (3-0). Chanov venceu também três campeonatos e cinco taças da União Soviética.

Entre 1982 e 1990, somou 21 internacionalizações pela selecção soviética. Em 1995, arrumou definitivamente as luvas para iniciar a carreira de treinador, primeiro como adjunto, no CSKA-Borysfen, e depois como técnico principal do mesmo clube. Na época de 2006-2007 foi também técnico-adjunto do Dinamo de Kiev.