Primeiro-ministro de Itália operado de urgência

Paolo Gentiloni foi operado de urgência em Roma depois de se sentir mal quando regressava de uma viagem a Paris, esta terça-feira. Foi operado no mesmo dia e já se encontra melhor.

Paolo Gentiloni já está a recuperar
Foto
Paolo Gentiloni já está a recuperar EPA/ETIENNE LAURENT

O primeiro-ministro italiano Paolo Gentiloni foi operado de urgência esta quarta-feira, na sequência de um mal-estar sentido quando regressava de viagem de Paris, na terça-feira, confirmou a sua porta-voz Flaminia Lais.

Gentiloni, de 62 anos, foi sujeito a uma angioplastia, um procedimento cirúrgico que permite desobstruir as artérias do coração. Segundo avançou a sua porta-voz, o político já se encontra bem e a recuperar no Hospital Gemelli, de Roma, onde decorreu a operação.

O primeiro-ministro italiano assumiu o cargo no mês passado e tinha ido a Paris encontrar-se com o presidente francês François Hollande esta terça-feira, dia em que se deu o mal-estar.

Estava previsto na quinta-feira, deslocar-se a Londres para uma reunio com a primeira-ministra britânica, Theresa May, mas por causa do período de convalescença do primeiro-ministro italiano esta poderá nem ocorrer.

Gentiloni faz parte do partido democrático de centro-esquerda de Itália e formou Governo depois de o antigo primeiro-ministro Matteo Renzi se ter demitido na sequência da derrota no referendo sobre a reforma constitucional.