O que sabemos sobre as mensagens de Clinton?

Anúncio do FBI não dá detalhes, mas revista Newsweek diz que não se trata de mensagens de ou para Hillary Clinton.

Hillary Clinton e Huma Abedin este sábado em campanha
Foto
Hillary Clinton e Huma Abedin este sábado em campanha BRIAN SNYDER/Reuters

Um conjunto de mensagens encontradas num computador que não é de Hillary Clinton, que não foram escritas por ela nem a tinham como destinatária, quando não há qualquer indicação de que ela as tenha tentado esconder na investigação do FBI ao uso irregular de contas de e-mail privadas: segundo a revista Newsweek, as mensagens agora analisadas pelo FBI são tudo menos explosivas.

As mensagens estavam no computador partilhado por uma assessora de Clinton, Huma Abedin, e o seu então marido, Anthony Weiner, e foram encontrados numa investigação a Weiner por envio de mensagens sexualmente explícitas a uma menor de idade.

Abedin tinha, aparentemente, informação de trabalho neste computador por uma questão prática – Clinton preferia ler em papel e Abedin imprimia as mensagens mais facilmente passando-os da conta do Departamento de Estado para uma conta pessoal, diz a revista Newsweek, com base em depoimentos de fontes anónimas e documentos relacionados com o caso. A revista aponta que não haveria maneira de Clinton saber de que computador é que a sua assessora imprimia os e-mails, excepto se Abedin lho comunicasse de cada vez. E que embora as duas trocassem e-mails também encontrados neste computador, esses não estão a ser analisados.

O FBI diz apenas que não é possível ainda saber se estas mensagens são relevantes para o caso do uso do servidor pessoal de Clinton, que em Julho concluíra que apesar de irregular, não tinha sido ilegal ou criminoso. Segundo a Newsweek, a investigação agora terá de verificar se a informação era confidencial, e caso fosse, Abedin poderá ser acusada de má gestão (para ser suspeita de um crime teria de se estabelecer que teve intenção de partilhar a informação). Se as mensagens não forem classificadas, não haverá irregularidades.