Torre dos Clérigos no Porto assinala 500 concertos de órgãos diários e gratuitos

João Vaz e Rui Soares são os organistas que vão tocar este domingo no órgão barroco que está em funcionamento desde 1779.

Foto
Órgão barroco da Igreja dos Clérigos Regina Coelho

A Torre dos Clérigos, ex-libris da cidade do Porto, assinala este domingo o número redondo de 500 concertos diários e gratuitos no seu órgão de tubos.

A comemoração do concerto de órgão n.º 500 acontecerá às 16h00 da tarde, na igreja dos Clérigos, anunciou em comunicado a Irmandade dos Clérigos, responsável pela gestão do monumento.

"No início de 2015, a Irmandade dos Clérigos iniciou uma nova oferta cultural na cidade do Porto, inovadora em Portugal e ambiciosa, mas que hoje podemos declarar estar a ser usufruída por milhares de turistas nacionais e estrangeiros", refere o texto.

Diariamente, os Clérigos oferecem concertos de órgãos, sempre ao mesmo horário e sem interrupções, num projecto realizado em parceria com a Associação Comercial do Porto.

O concerto deste domingo será interpretado por João Vaz, organista titular do órgão histórico da Igreja de São Vicente de Fora e professor na Escola Superior de Música de Lisboa, e por Rui Soares, um dos organistas regulares dos Clérigos.

Ainda segundo a Irmandade dos Clérigos, os dois órgãos ibéricos, com decoração barroca, estão em "perfeito funcionamento" desde 1779. 

Sugerir correcção