Kusturica acusa Cannes de não ter seleccionado o seu filme por razões políticas

O seu apoio ao Presidente russo Vladimir Putin, diz o realizador, fez com que a organização do festival não seleccionasse On The Milky Road.

Foto

O cineasta Emir Kusturica acusa o Festival de Cannes de não ter seleccionado o seu filme, On the Milky Road, por razões políticas. Segundo o cineasta, citado pelo diário diário espanhol ABC e pela Hollywood Reporter, o filme não foi aceite porque ele “apoia o Presidente russo Vladimir Putin”.

Nos últimos anos, Kusturica apoiou publicamente o Kremlin no conflito com a Ucrânia, país onde no ano passado, lembra o ABC, não pôde actuar com o seu grupo de música, a No Smoking Orchestra, a mesma formação que deu um concerto em Paris na semana passada e que terá começado o espectáculo com o hino russo. Este episódio seguiu-se a declarações do realizador sérvio de que ama a Rússia porque sente que o sangue russo lhe corre nas veias. “Quis fazer um filme sobre Dostoiévski, tenho milhões de ideias — é o meu maior problema. Mas tenho de fazer um filme russo.”  

É um cineasta “canonizado”, Kusturica, foi-o por duas vezes neste mesmo festival de Cannes: em 1985 com O Papá foi em Viagem de Negócios e, dez anos depois, com Underground.

Agora, Kusturica diz que “a política interfere cada vez mais” com Cannes e em declarações à Agência Noticiosa Russa assegura que o filme não figura no concurso, anunciado no dia 14, por razões alheias à sua qualidade - os seleccionadores sublinharam, no entanto, que ainda haverá surpresas a anunciar. “Suspeito que alguém ordenou que o meu filme não deveria ser aceite”, acrescentou, admitindo, no entanto, que apresentou a candidatura um dia depois do prazo estabelecido pelos organizadores, o que em edições anteriores nunca foi um problema.

“O filme foi apresentado, mas ninguém o viu” – assegura. História sobre as escolhas e a via crucis de um homem no seguimento da morte da mulher, On the Milky Road é protagonizado pelo próprio Kusturica e pela italiana Monica Bellucci. Tem estreia marcada para o Verão na Rússia.