Comissária europeia disponível para responder "de forma substancial" sobre o Banif

Bruxelas vai enviar documentação à comissão parlamentar formada para analisar a resolução e venda do banco.

Foto
Margrethe Vestager é a comissária europeia com a pasta da concorrência REUTERS/Sebastien Pirlet

A Comissão Europeia mostrou esta quarta-feira estar atenta às discussões que decorrem no Parlamento português relativas à resolução e venda do Banif.

Numa conferência de imprensa, Margrethe Vestager, a comissária europeia com a pasta da concorrência, disse que tem notado um "elevado grau" de interesse na comissão de inquérito ao Banif na forma como o executivo europeu actuou neste caso.

"Tenho ouvido (a comissão) ser mencionada por várias vezes nas discussões e nas audiências," disse Vestager, mostrando-se disponível para responder "de forma substancial" a quaisquer perguntas que se possam vir a levantar.

"Seguindo as audiências, há um elevado grau de interesse na forma como a comissão actuou e nas regras que tem seguido na avaliação a elementos de ajuda de Estado," repetiu.

A comissão de inquérito, presidida por António Filipe, pediu a Bruxelas vários documentos, os quais, garantiu a comissária, serão enviados a Lisboa. No entanto de acordo com o que o PÚBLICO apurou, não há ainda qualquer estimativa de quando tal irá acontecer.

Quando questionada sobre a notícia de que o anterior Governo rejeitou uma proposta de compra ao Banif, que teria custado menos aos contribuintes, Vestager repetiu que não cabe a Bruxelas decidir quem devia ou não comprar o banco.