Vodafone elimina roaming para novos clientes de TV

A empresa vai eliminar as tarifas de roaming na Europa para os novos clientes dos tarifários RED e dos pacotes com televisão.

Recuo nas receitas foi muito mais acentuado nos países do sul da Europa
Foto
Fim do roaming na Europa está previsto para 2017 AFP PHOTO/CARL DE SOUZA

A Vodafone anunciou esta segunda-feira que vai eliminar, a partir desta segunda-feira, as tarifas de roaming sobre as chamadas telefónicas, os SMS e a utilização de dados aos clientes que subscrevam as versões actualizadas dos tarifários RED (chamadas, SMS e Internet móvel) e dos pacotes com serviço de televisão.

“Todos os clientes que aderirem aos novos tarifários Vodafone RED ou pacotes convergentes (TvNetVoz+Móvel) passam a poder comunicar na Europa sem custos adicionais, garantindo o preço das tarifas em Portugal”, adiantou a empresa liderada por Mário Vaz em comunicado.

A Vodafone antecipa assim, para alguns dos seus clientes, o fim dos custos com o roaming, cuja eliminação definitiva na Europa está agendada para Junho de 2017. No entanto, o benefício está sujeito "a uma política de utilização responsável”, sublinha o comunicado da empresa.

De acordo com a informação disponibilizada no site da Vodafone, os critérios de “utilização responsável” estabelecem limites mensais que se atingem nos 200 minutos de voz, 200 SMS e 200 MB. Além do mais, este benefício está “limitado a uma utilização em roaming de 15 dias por ano”, acrescenta a empresa.

Os tarifários isentos de roaming são automáticos para os clientes que contratem os serviços a partir desta segunda-feira. Os restantes clientes Vodafone que queiram usufruir das mesmas condições “terão de aderir ao novo RED”, exemplificou ao PÚBLICO fonte oficial da Vodafone.

A adesão ao novo tarifário implica uma refidelização por estar em causa “uma alteração das condições contratuais”, disse a mesma fonte.