Consumo de tecnologia de informação caiu 13%

Números da GfK indicam que a venda de equipamentos como computadores e tablets desceu face a 2014. Telecomunicações registaram subida ligeira.

Os tablets têm tido pouca procura por parte dos consumidores
Foto
Os tablets têm tido pouca procura por parte dos consumidores Maria João Gala/arquivo

A facturação do mercado de tecnologias de informação em Portugal — uma categoria que engloba computadores e tablets, mas não telemóveis — totalizou 534 milhões de euros no ano passado, um recuo de 13,4% face ao ano anterior, segundo as contas da analista GfK.

O mercado até acelerou ligeiramente no fim do ano, mas o último trimestre acabou por ficar muito aquém do último trimestre de 2014, com a pouca procura por tablets a pesar nas contas totais.

“Apesar do 4.º trimestre de 2015 ter ficado um pouco acima do trimestre anterior, cai face ao seu período homólogo em cerca de 17%. O ano de 2015 encerra assim com uma queda 13% em valor neste sector, sendo que os Media Tablets registam a queda mais significativa”, observa a GfK.

Pelo contrário, nas telecomunicações a evolução anual foi positiva, apesar da quebra de 9% registada no último trimestre. Uma facturação total de 737 milhões de euros significou um crescimento de 2% deste mercado. “Os smartphones foram, mais uma vez, o equipamento na área das telecomunicações que apresentou taxas de crescimento mais fortes”, refere a GfK.

Ao todo, o mercado de produtos tecnológicos — uma classificação abrangente que engloba ainda electrodomésticos, electrónica de consumo e equipamento de escritório — caiu 4%, para uma facturação de 2437 milhões de euros.