Sócrates visita amigos na prisão onde esteve detido

O ex-primeiro-ministro visita estabelecimento prisional de Évora ao início da tarde deste sábado

Sócrates reúne-se hoje ao almoço com militantes socialistas
Foto
Sócrates reúne-se hoje ao almoço com militantes socialistas MAXIM MARMUR/AFP

O ex-primeiro-ministro José Sócrates visita na tarde deste sábado os amigos que deixou no Estabelecimento Prisional de Évora, disse à agência Lusa um ex-dirigente socialista.

Sócrates inscreveu-se, segundo a mesma fonte, durante esta semana, junto das autoridades competentes, para a visita ao estabelecimento prisional, onde esteve em prisão preventiva mais de nove meses no âmbito da Operação Marquês. A visita está prevista para as 14h.

José Sócrates foi detido a 21 de Novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para acto ilícito, tendo ficado preso preventivamente no Estabelecimento Prisional de Évora.

A medida de coacção foi alterada para prisão domiciliária, com vigilância policial, a 4 de Setembro, e foi libertado a 16 de Outubro.

Além de Sócrates, são arguidos no processo o ex-ministro socialista Armando Vara; a filha deste, Bárbara Vara; assim como Carlos Santos Silva, empresário e amigo do ex-primeiro-ministro; Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena; João Perna, antigo motorista do ex-líder do PS; Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma; Inês do Rosário (mulher de Carlos Santos Silva); o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro.