Walter Salles, Gabriel Mascaro, João Nicolau: o Festival de Cinema Luso-Brasileiro desvenda-se

O documentário de Walter Salles sobre o chinês Jia Zhang-Ke e um dos mais falados filmes brasileiros da temporada, Boi Neon, para ver de 6 a 13 de Dezembro em Santa Maria da Feira.

Foto
Premiado em Veneza, Boi Neon é um dos mais falados filmes brasileiros da temporada

Walter Salles, o realizador de Central do Brasil e Linha de Passe, e Jia Zhang-ke, um dos cineastas asiáticos mais importantes da última década. Pode parecer uma combinação improvável, mas explica a vinda a Portugal de Salles, na primeira semana de Dezembro, como convidado do Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria de Feira.

PÚBLICO -
Foto
Walter Salles foi à China filmar o documentário Jia Zhang-ke, um Homem de Fenyang, em que mergulha no quotidiano do cineasta chinês

O brasileiro traz na bagagem o documentário que filmou sobre o chinês, Jia Zhang-ke, um Homem de Fenyang, “centro” da 19.ª edição do festival, que decorrerá de 6 a 13 de Dezembro no Auditório da Biblioteca Municipal daquela localidade. Não é, contudo, o único motivo de interesse do festival organizado pelo Cine-Clube da Feira: vai ser também aqui que vamos ver pela primeira vez em território nacional um dos mais falados filmes brasileiros da temporada, Boi Neon, de Gabriel Mascaro, prémio especial do júri na competição secundária Orizzonti de Veneza 2015.

O português João Nicolau será foco de uma pequena retrospectiva, culminando na estreia nacional da sua segunda longa John From. Ambos os filmes, antecipando lançamentos comerciais locais para 2016, estão também entre os sete títulos escalados para a competição de longas-metragens, a par de Ornamento e Crime, nova realização de Rodrigo Areias (Estrada de Palha). O programa será apresentado na íntegra este fim-de-semana.