Torne-se perito

Lisboa na Rua anima praças e jardins da cidade até 20 de Setembro

Programa cultural da EGEAC inclui concertos em coretos e praças, exposições e sessões de cinema ao ar livre, incluindo a projecção de filmes nos quais Lisboa foi protagonista. Iniciativas arrancam na quinta-feira.

Foto
Uma das iniciativas previstas é o Fitas na Rua, que inclui a projecção de filmes ao ar livre Nuno Ferreira Santos

A partir desta quinta-feira e durante um mês, os jardins, as praças e os coretos de Lisboa vão encher-se de música, sessões de cinema ao ar livre, tertúlias, peças de teatro e jogos tradicionais. Esta é a sétima edição do Lisboa na Rua, organizado pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), que além das iniciativas habituais aposta em força nas artes visuais, como fotografia e vídeo-arte.

A proposta da EGEAC para a capital é partir "à descoberta dos seus anfiteatros naturais, praças, jardins, ruas recônditas e espaços por descobrir". Essa viagem decorre durante o próximo mês, de quinta-feira a domingo, e tem partida marcada para os finais de dia, seguindo muitas vezes pela noite dentro. Sempre com entrada gratuita.

"Grandes e pequenos palcos a céu aberto são o cenário para ouvir big bands de jazz, metais da [Orquestra] Metropolitana, a Orquestra Gulbenkian, grandes nomes do fado, bandas francesas; para assistir a teatro, ver filmes em que Lisboa é protagonista, e muito mais", lê-se no programa disponível no site da empresa.

A iniciativa A Arte da Big Band, que se estreou em 2010, propõe cinco concertos de jazz (todas as quintas-feiras às 19h) em praças e jardins da capital. Pelo sexto ano consecutivo, as Noites de Verão no Museu do Chiado vão animar a zona exterior do museu, conhecida como Jardim das Esculturas, com ciclos de concertos às sextas-feiras, pelas 19h30. Aos sábados e domingos, às 22h, o Fitas na Rua apresenta Lisboa como protagonista de filmes "pouco conhecidos e pouco exibidos", entre eles um filme português de 1949 cujo som se perdeu. Actores e músicos farão uma sonoplastia ao vivo a partir do guião original do filme, diz a EGEAC.

Este ano, a empresa decidiu ocupar os tradicionais coretos com concertos de bandas francesas emergentes: no próximo fim-de-semana (22 e 23 de Agosto), o coreto da Praça José Fontana vai receber os artistas Villa Hobo, Kiz e Gerald Kurdian. O programa do Lisboa na Rua inclui ainda concertos de fado no Largo de São Carlos (sextas-feiras e sábados às 21h30); exibições de vídeo-arte no âmbito do festival FUSO; instalações artísticas em vários locais da cidade inspiradas na temática do santo padroeiro de Lisboa, São Vicente, inseridas no Projecto Vicente (que se estende até 25 de Outubro).

"Pela primeira vez damos a conhecer o Flâneur, projecto já experimentado noutras cidades que desafia artistas a mostrar novas perspectivas de Lisboa através de instalações de fotografia no Intendente", explica a organização. Dentro e nas imediações do Teatro D. Maria II, no Rossio, a iniciativa Entrada Livre convida a conversas, teatro, leituras, e até DJ. A Cidade das Tradições (18, 19 e 20 de Setembro), organizada pela Fundação Inatel, dedica três dias a toda a família no Parque de Jogos 1.º de Maio, em Alvalade, com concertos, exposições, artesanato, oficinas de música e dança, folclore e jogos tradicionais, teatro de robertos e cinema documental.

O Lisboa na Rua despede-se com um concerto da Orquestra Gulbenkian na Praça do Município, às 19h, "num final da tarde que se quer mágico".

Sugerir correcção