Realidade virtual mostra como seria sobreviver ao terramoto do Nepal

Projecto pretende sensibilizar dadores.

Foto
Crianças tapam o nariz quando passam por destroços onde estão ainda corpos Philippe Lopez/AFP

Um filme pretende mostrar aos espectadores como será ter estado entre os sobreviventes do terramoto do Nepal – e para isso vai usar realidade virtual.

Criado pela empresa RYOT, de Los Angeles, e narrado pela actriz Susan Sarandon, a ideia é que o filme sirva para angariar fundos, que estão a diminuir à medida que o tempo passa. A equipa de filmagens esteve no Nepal logo a seguir ao sismo que deixou mais de 8000 mortos.

Quando visto com a tecnologia de realidade virtual, os espectadores sentirão que estão no meio dos destroços e a ter a experiência dos sobreviventes que perderam as suas famílias, casas e ganha-pão, diz a agência Reuters.  

“É a primeira vez que a tecnologia de realidade virtual está a ser usada depois de um terramoto para uma experiência de imersão total e ajuda a contactar dadores potenciais”, sublinhou o director da empresa, David Darg, que esteve no Nepal logo a seguir ao terramoto.