Foto

A história da Universidade pode ser contada entre panelas e teatros

Não é universidade sénior, nem é universidade júnior. É universidade em família, para que todos lhe conheçam a história e se divirtam em ateliers de gastronomia ou de teatro

Não será muito invulgar ver meninos e meninas de chapéus da mesma cor em fila indiana a atravessar o Pátio das Escolas para espreitar, por exemplo, a Biblioteca Joanina. Ou até, pelo caminho, para ouvir falar da Cabra, a simbólica torre que marca os minutos e as horas, e assiste ao compasso apressado dos dias dos estudantes e professores da Universidade de Coimbra. Mas o que se espera que inunde o Pátio das Escolas no próximo domingo, 7 de junho, não são crianças em visitas escolares, nem maratonas de visitas para turmas inteiras. O que se espera a 7 de Junho é que haja muitas famílias completas a aceitar o repto lançado no evento “A Família Abraça a UC”.

Seja para professores, estudantes, funcionários da Universidade de Coimbra que queiram mostrar o local de trabalho aos filhos. Seja para os que já por lá passaram e agora querem voltar. Seja para quem nunca lá pôs os pés mas quer aproveitar esta oportunidade. Organizado pelo segundo ano consecutivo pelo departamento de Turismo da Universidade de Coimbra, o evento deste ano insere-se nas comemorações dos 725 da Universidade e oferece um dia inteiro de actividades centradas na história, contada em duas artes distintas. Por um lado, o gosto pelas artes cénicas, com um atelier orientado pela companhia O Teatrão, e, por outro, um workshop para os candidatos a mini-chef, com um atelier de cozinha orientado pelo chef Lavrador, acompanhado pela nutricionista dos Serviços Académicos e Sociais da Universidade de Coimbra.

O Atelier de Artes Cénicas “Era uma Vez num Palácio” convida os participantes a brincar com a história da cidade e do país. E como a brincar é que toda a gente se entende, crianças e adultos irão “recuar” ao tempo em que o Paço das Escolas era o Paço Real, e vê-lo povoado de reis e rainhas, aias e escudeiros, cavaleiros e ladrões.

PÚBLICO -
Foto

O Atelier de Gastronomia “Manjares do paço” os participantes vão viajar à idade média e perceber a evolução dos hábitos da alimentação até aos dias de hoje. A ideia é as famílias porem mãos à obra e confeccionar iguarias de várias épocas. E já que se fala em comida, convém lembrar que as actividades duram todo o dia, e que o almoço - que não está incluído no valor da inscrição (5€ criança, 7,5€ adulto) - poderá ser feito na Cantina Central da Universidade . Á tarde haverá visita guiada ao jardim botânico e às 16h00 todos poderão assistir à apresentação da encenação desenvolvida no Paço das Escolas durante a manhã. A inscrição nestas actividades está aberta até ao dia 3 de junho.