Fernando Guerra
Foto
Fernando Guerra

Dois museus com assinatura portuguesa na lista dos mais espectaculares

“ArchDaily” incluiu a Fundação Iberê Camargo, desenhada por Siza Vieira, e o Museu Marítimo de Ílhavo, do gabinete ARX Portugal, na lista dos 20 museus mais espectaculares do séc. XXI

Foi o primeiro projecto de Siza Vieira no Brasil e valeu ao arquitecto português o Leão de Ouro na Bienal de Arquitectura de Veneza de 2002, seis anos antes da inauguração oficial. Falamos da Fundação Iberê Camargo, na cidade brasileira de Porto Alegre, que integra a lista dos 20 museus mais espectaculares do século XXI para o “ArchDaily”, a par de um outro com assinatura portuguesa. O Museu Marítimo de Ílhavo, do gabinete ARX Portugal, também foi escolhido para o site de arquitectura.

A Fundação com o nome do pintor brasileiro — e que reúne o seu acervo — tem uma área de 8.250 metros quadrados e o edifício foi o primeiro no país “a utilizar concreto [betão] branco aparente, armado em toda a sua extensão”, lê-se no site do museu. A construção “não utiliza tijolos ou elementos de vedação” e o projecto de Siza Vieira foi distinguido, em 2014, com o primeiro Prémio das Américas Mies Crown Hall. “O que Siza mimetiza em Porto Alegre não é a tradição construtiva brasileira da liberdade que o betão armado permite, mas a forma acabada enquanto curva, rampa, superfície empenada”, escreveu Ana Vaz Milheiro no PÚBLICO, em 2008.

O novo edifício de Ílhavo alberga um aquário de bacalhaus, de grandes dimensões, numa cidade onde gerações de famílias se dedicaram à pesca deste peixe nos mares do Norte. Para a extensão deste museu, criado em 1937, os arquitectos optaram por colocar o peixe e o mar no seu “coração”. “A visita desenrola-se numa espiral em rampa, numa viagem que se inicia em suspensão sobre o tanque, para passar a um modo de mergulho de descoberta progressiva, numa experiência de imersão no ‘habitat’ do bacalhau”, lê-se na apresentação do projecto.

PÚBLICO -
Foto
Museu Marítimo de Ílhavo Fernando Guerra/ARX

Da lista do “ArchDaily”, compilada a propósito do Dia Internacional dos Museus, 18 de Maio, fazem parte o Biomuseo do Panamá (Gehry Partners), o Museu de Arte Contemporânea de Buenos Aires (Monoblock), o Museu da Cachaça em Minas Gerais (Jô Vasconcelos) e o Museu da Memória e Tolerância na Cidade do México (Arditti + RDT Architects), entre outros. A lista completa pode ser vista aqui.

PÚBLICO -
Foto
Fundação Iberê Camargo Fernando Guerra
PÚBLICO -
Foto
Museu Marítimo de Ílhavo Fernando Guerra/ARX
Sugerir correcção