Desemprego em Portugal registou o terceiro maior recuo da zona euro

Taxa de desemprego nos países do euro caiu em Janeiro para 11,2%.

Duração dos subsídios de desemprego não deve depender da idade, diz OCDE
Foto
Taxa de desemprego em queda ligeira em Portugal e na Europa. Adriano Miranda

A taxa de desemprego em Portugal recuou em Janeiro 0,3 pontos percentuais, para 13,3%, a terceira maior queda da zona euro, revelam os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Eurostat.

Face a Janeiro de 2014, a taxa de desemprego recuou em Portugal 1,7 pontos percentuais, de 15% para 13,3% .

Os maiores recuos foram registados em Espanha e na Irlanda, ambos a cair 2,1 pontos percentuais, para 23,4% e 10% respectivamente.

A taxa de desemprego na zona euro, corrigida das variações sazonais, caiu para 11,2% em Janeiro, comparativamente com Dezembro, o que corresponde ao valor mais baixo desde Abril de 2012. Face a Janeiro de 2014, a queda foi mais expressiva, dado que a taxa de desemprego se situava nessa altura em 11,8%.

Para o universo dos  28 Estados-membros da União Europeia, a taxa de desemprego fixou-se nos 9,8% em Janeiro, uma melhoria ligeira face aos 9,9% de Dezembro de 2014. Em Janeiro de 2014, situava-se nos 10,6%.

A Alemanha (4,7%) e a Áustria (4,8%) registaram as taxas mais baixas, e as mais elevadas verificaram-se na Grécia (25,8%) e em Espanha (23,4%).

O desemprego dos jovens com menos de 25 anos atingiu 22,9% na zona euro e 21,2% na União Europeia. Em ambos os casos, tal significou um recuo face aos 23,3% e 24,3%, respectivamente, face a Janeiro de 2015.

Em Portugal, a taxa de desemprego jovem desceu para os 33,6% em Janeiro face aos 33,8% de Dezembro de 2014 e caiu na comparação anual com os 35,2% de Janeiro de 2014.