Os Livrinhos de Teatro

Agamémnon – Vim do Supermercado e Dei Porrada ao Meu Filho, de Rodrigo García, é o livrinho número 86. Entre 2015 e 2016, chegará o centésimo. Nascida da parceria entre a companhia Artistas Unidos e a editora Cotovia, a colecção Livrinhos de Teatro surgiu da vontade de publicação dos textos que os Artistas Unidos apresentavam em palco.

Jorge Silva Melo
Foto
Jorge Silva Melo

A colecção começou pelos textos encenados em 2002 e 2003 de Spiro Scimone, Antonio Onetti, Jon Fosse e dos Irmãos Presniakov. Aos poucos, no entanto, esta razão de ser ampliou-se e Jorge Silva Melo quis publicar textos que lhe interessavam mas que outros podiam encenar.

“Hoje, no Conservatório toda a gente lê estes livrinhos e isso é muito importante”, frisa Silva Melo. “O teatro não é só aquele que eu faço, é também outras coisas que devem circular. E o livro, num país atrasado como Portugal, ainda é uma forma de o fazer circular. É muito engraçado vermos como há tantos espectáculos feitos na província a partir destes livros.”

Para 2015, Silva Melo tem previsto o início de uma publicação continuada de obras do dramaturgo alemão Heiner Müller, assim como peças de David Greig, Ödön von Horvàth, Luigi Pirandello, textos curtos de Tennessee Williams, “muito estranhos e mais originais do que os longos”, e de Edward Albee. Em 2016, espera-se, virá uma criação do autor português Ricardo Neves-Neves e será a vez de dar seguimento aos textos de Rodrigo García.