Se não quiser receber anúncios adicionais no Facebook vai ter que o dizer

Com base no que o utilizador consulta em sites e apps, a rede social vai avançar com publicidade extra.

É possível através do iOS e do Android remover a opção
Foto
É possível através do iOS e do Android remover a opção Facebook

Até agora, o Facebook mantinha os perfis internos dos seus utilizadores alimentados com anúncios com base nos comentários que estes publicavam e nos posts que gostavam na rede social. Esta quinta-feira, a empresa anunciou que esses perfis vão passar a receber informação e anúncios de sites externos e aplicações móveis com base no que consultam.

O Facebook explica que as informações de que dispõe sobre anúncios na sua página indicam que os utilizadores querem ver a publicidade que seja mais relevante para os seus interesses.<_o3a_p>

A empresa dá o exemplo da compra de uma televisão. Quando um utilizador inicia uma pesquisa sobre o equipamento em sites ou através de aplicações móveis, essa informação vai passar a ser utilizada pelo Facebook para mostrar outros anúncios de negócios, marcas ou preços que possam vir também a interessar, e também de outros produtos electrónicos. Esta possibilidade aumenta a capacidade dos anunciantes chegarem aos utilizadores do Facebook.<_o3a_p>

No entanto, o utilizador não é obrigado a receber estes anúncios adicionais e ter os sites e aplicações que visita escrutinados. Para isso, o Facebook recomenda que se use o site Digital Advertising Alliance opt out ou que se recorra aos controlos para esse fim de que dispõem os sistemas iOS e Android.<_o3a_p>

Além desta alteração, o Facebook vai acrescentar uma opção acessível a partir de qualquer anúncio na rede social que explica por que se vê um anúncio específico e permitir adicionar categorias ao perfil ou removê-las no sentido de ser filtrada a publicidade a mostrar ao utilizador. <_o3a_p>

Estas preferências vão estar disponíveis em breve nos Estados Unidos e dentro de alguns meses no resto do mundo, informa a rede social.<_o3a_p>