Mais de 2,4 milhões de clientes no mercado livre de electricidade

Mercado liberalizado ganha 131 mil novos clientes em Janeiro. EDP reforça quota no número de clientes, mas desce nos consumos.

Foto
Cerca de 123 mil transitaram do mercado regulado para o mercado livre oxana ianin

O mercado livre de electricidade atingiu 2,4 milhões de clientes em Janeiro, quase o dobro face a Janeiro de 2013, crescendo a uma taxa média mensal de 5,3%.

Os dados do boletim mensal da Entidade Reguladora para o Sector Energético (ERSE) revelam que, em Janeiro, entraram no mercado livre de electricidade quase 144 mil clientes, dos quais cerca de 123 mil transitaram do mercado regulado e 20.733 entraram para as carteiras dos comercializadores em regime de mercado.

Porém, cessaram a actividade no mercado 11.870 clientes sem que tenham celebrado outro fornecimento, pelo que o crescimento face a Dezembro salda-se em 131.596 clientes.

Além da EDP, que representa cerca de 85% dos clientes no mercado livre (e registou um crescimento de 0,4 pontos percentuais), também a Galp e a Iberdrola aumentaram ligeiramente as suas posições de mercado, em 0,1 pontos percentuais, para 5,1% e 2,9%, respectivamente.

Em contrapartida, a Endesa viu a sua quota reduzida em 0,5 pontos percentuais, para 6,7%, e a ERSE nota que a eléctrica tem vindo a perder mercado “desde meados de 2012”, com excepção de Julho de 2013.

Relativamente ao consumo, o total global para o mês de Janeiro, foi de 4575 GWh, o que traduz um aumento de 1,8% face a Dezembro. No que toca a consumos abastecidos, a EDP registou reduções de quota em Janeiro de 0,4 pontos percentuais, enquanto a Galp desceu 0,1 pontos percentuais e a Iberdrola perdeu 1,0 pontos. Já os fornecimentos da Endesa e da GN Fenosa aumentaram 1,2 e 0,1 pontos percentuais, respectivamente.