João Ferreira é o cabeça de lista da CDU às europeias

O actual eurodeputado é a aposta dos comunistas para o Parlamento Europeu e significa um sinal de rejuvenescimento do partido.

João Ferreira e Jerónimo de Sousa esta segunda-feira em Lisboa
Foto
O eurodeputado é o primeiro cabeça de lista oficial às próximas europeias DR

João Ferreira, 34 anos, actual eurodeputado, é o cabeça de lista da CDU (coligação PCP/PEV) às próximas eleições para Parlamento Europeu, apurou o PÚBLICO.

É a primeira vez que o comunista, membro do comité central do PCP, encabeça a lista já que em 2009 a candidata número um foi Ilda Figueiredo, que entretanto cessou funções como eurodeputada. Em Dezembro de 2011, Ilda Figueiredo foi substituída por Inês Zuber com a justificação de renovação de quadros do partido.

Biólogo de formação, João Ferreira foi a aposta da CDU (PCP/PEV) para a Câmara Municipal de Lisboa nas últimas autárquicas, em Setembro de 2013, e foi eleito vereador. Foi membro da direcção da associação de estudantes, do conselho directivo, da assembleia de representantes e do conselho pedagógico da Faculdade de Ciências da Universidade de Nova de Lisboa. O comunista foi fundador e primeiro presidente da Associação de Bolseiros de Investigação Científica de 2003 a 2007.

O nome de João Ferreira deve ser anunciado formalmente na próxima segunda-feira e só mais tarde o PCP irá revelar os restantes nomes da lista candidata.

Com esta escolha, o PCP quer reconhecer o trabalho desenvolvido pelo deputado no Parlamento Europeu e dar um sinal de rejuvenescimento do partido, numa linha de aposta em novos quadros.

Ao que o PÚBLICO apurou, o nome de João Ferreira confirma esta política de rejuvenescimento interno e uma aposta numa figura que tem um percurso que o partido reconhece desde a sua intervenção como dirigente estudantil associativo até ao seu trabalho como autarca e no Parlamento Europeu.

O eurodeputado é vice-presidente do Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/ Esquerda Verde Nórdica. É membro da comissão de Pescas, da comissão de Orçamento e da comissão de Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar, da Assembleia Paritária e da delegação para as relações com os países da Comunidade Andina.

Em 2009, Ilda Figueiredo e João Ferreira foram os dois eurodeputados eleitos pelo PCP, com uma votação de 10,6%, pouco abaixo do BE (10,7%), sendo a quarta força política. Nas últimas eleições europeias, a coligação CDU pretendia eleger um terceiro deputado, mas não conseguiu.

Até agora nenhum partido com assento parlamentar anunciou os cabeças de lista para as europeias. Só o CDS divulgou que Nuno Melo, actual eurodeputado, será o primeiro candidato do partido na lista de coligação com o PSD.  

No espaço político à esquerda, o Partido Livre, liderado por Rui Tavares (que se desvinculou do BE), anunciou que irá concorrer sozinho (se conseguir formalizar-se dentro dos prazos), mas o cabeça de lista só será conhecido em Março. O BE também terá uma candidatura própria às europeias depois de a direcção ter rejeitado uma proposta do Movimento 3D, protagozinado, entre outros, pelo ex-bloquista Daniel Oliveira.

As eleições europeias estão marcadas para 25 de Maio.