De uma só vez, a NASA lançou uma sonda lunar e um sapo

Uma das fotografias tiradas durante o lançamento da LADEE tem uma inesperada personagem – um sapo em pleno voo.

Foto
Fotografia captada com máquina fixa mostra sapo no ar Chris Perry/Wallops Flight Facility/NASA

O interesse por sondas não-tripuladas com missões de 100 dias para observar a poeira lunar não aumentou de repente. Nem os cibernautas descobriram em poucos dias a importância de estudar o movimento específico das partículas do solo lunar – que a agência espacial norte-americana desconfia ser a causa do aspecto poeirento do satélite. A razão é inusitada: um sapo.

Uma das centenas de imagens captadas pelas câmaras fotográficas da NASA mostra um sapo, muito provavelmente projectado no ar pela força dos propulsores usados no lançamento, em pleno voo. A coordenadora de imagem da NASA e especialista em redes sociais, Rebecca Roth, confirmou ao Mashable a autenticidade da fotografia.

Não se trata de uma manipulação ou de uma composição, mas de um único frame. Rebecca Roth disse ao site norte-americano que a fotografia foi tirada por uma máquina fixa accionada por som.

Quanto à LADEE, está ainda na órbita da Terra, onde deve permanecer durante cerca de um mês. Só então entrará na órbita lunar.