Comissão Europeia vai decidir conflito entre Espanha e Reino Unido sobre Gibraltar

Peritos comunitários vão decidir se blocos de cimentos são legais ou não.

Fotogaleria
Quase 30.000 pessoas vivem num território com menos de 7 km2 Joana Bourgard
Fotogaleria
O istmo que liga Gibraltar a La Línea de la Concepción é usado como aeroporto Joana Bourgard
Fotogaleria
Espanha acusa Gibraltar e o Reino Unido de terem usurpado esta zona do Rochedo Joana Bourgard
Fotogaleria
Agentes da Guardia Civil controlam a saída de veículos do território espanhol Joana Bourgard
Fotogaleria
O reforço das inspecções na fronteira surge sem aviso e provoca filas de vários quilómetros Joana Bourgard
Fotogaleria
O Reino Unido e o governo de Gibraltar dizem que os mais prejudicados são os cidadãos espanhóis Joana Bourgard
Fotogaleria
Mais de 6000 espanhóis entram todos os dias em Gibraltar para trabalhar Joana Bourgard
Fotogaleria
Espanha acusa Gibraltar de invadir as suas águas territoriais Joana Bourgard
Fotogaleria
O turismo em Gibraltar é visto como uma oportunidade para os espanhóis do outro lado da fronteira Joana Bourgard
Fotogaleria
Em 2011, o Rochedo foi visitado por cerca de 12 milhões de pessoas Joana Bourgard
Fotogaleria
A diferença entre os dois lados da fronteira são evidentes Joana Bourgard
Fotogaleria
Gibraltar tornou-se no 54.º membro da UEFA em Maio deste ano Joana Bourgard
Fotogaleria
Muitos deslocam-se ao Rochedo para comprar produtos isentos de imposto Joana Bourgard
Fotogaleria
Os sinais da presença britânica são evidentes logo à entrada em Gibraltar, na Avenida Winston Churchill Joana Bourgard
Fotogaleria
Os pescadores estiveram no centro do mais recente clima de tensão entre Espanha e o Reino Unido Joana Bourgard
Fotogaleria
A taxa de desemprego na província de Cádiz ultrapassa os 30% Joana Bourgard
Fotogaleria
Pescadores no Porto de Atunara, em La Línea de la Concepción Joana Bourgard
Fotogaleria
Muitas empresas têm sede em Gibraltar devido à aplicação de uma taxa fixa de 10%, muito inferior à praticada em Espanha Joana Bourgard

É a Comissão Europeia quem vai decidir se os blocos de cimento colocados na baía de Gibraltar são legais ou não, revelou nesta segunda-feira um porta-voz da instituição europeia.

Olivier Bailly explicou, citado pelo El País, que a CE vai avaliar se a medida representa “uma possível infracção da legislação ambiental da União Europeia”.

A rivalidade entre Espanha e o Reino Unido por causa de Gibraltar tem 300 anos, mas a causa directa do recente clima de tensão começou em Julho, com o lançamento de 70 blocos de cimento na baía de Gibraltar, que o governo local descreve como um recife artificial para a preservação dos recursos piscatórios.

Madrid acusa a colónia britânica de violar águas territoriais que considera suas e de prejudicar os pescadores espanhóis, que têm agora de evitar aquela zona para não verem as redes danificadas.

O porta-voz da CE explicou que ainda não está decidido quando é que os peritos comunitários se deslocam ao Rochedo, embora admita que possa ser em Setembro.

As relações entre Espanha e Reino Unido ficaram mais tensas nos últimos meses e ainda no domingo, em entrevista ao jornal La Razón, o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol condicionou qualquer negociação sobre pescas com o Reino Unido à retirada dos blocos de cimento.